Família de Mota Jr. quer indemnização de 400 mil euros

Filomena Mota, mãe do malogrado rapper, constitui-se assistente no processo.

Família de Mota Jr. quer indemnização de 400 mil euros

Família de Mota Jr. quer indemnização de 400 mil euros

Filomena Mota, mãe do malogrado rapper, constitui-se assistente no processo.

A família de Mota Jr pede, aos quatro arguidos, uma indemnização de 400 mil euros pela morte do rapper. De acordo com o Correio da Manhã, Filomena Mota, mãe do malogrado rapper, constitui-se assistente no processo, sendo representada por Pedro Namora, advogado que denunciou situações de abusos sexuais no âmbito do processo Casa Pia.

Segundo a mesma publicação, no debate instrutório realizado no Tribunal de Sintra, na quinta-feira, as defesas de Edi Barreiros, João Luizo, Fábio Martins e Catarina Sanches contestaram a acusação do Ministério Público. A decisão instrutória será conhecida na próxima semana.

Mota Jr. foi morto a 15 de março de 2020

Mota Jr. terá sido assassinado por causa do outro que habitualmente envergava. O rapper, de 28 anos, foi assaltado ao chegar a casa, em São Marcos, Sintra, durante a noite de 15 de março do ano passado. Reagiu ao assalto e terá sido morto à facada pelos assaltantes que depois se livraram do corpo numa zona de mato em Sesimbra. Catarina Sanches, a mulher que atraiu a vítima garantiu às autoridades que não sabia que a cilada ia culminar na morte da mesma. Alega ter sido ameaçada e que, por isso, se manteve em silêncio. Está em prisão domiciliária. Os restantes arguidos estão em prisão preventiva. Os quatro arguidos respondem por vários crimes e arriscam uma pena de 25 anos de prisão

LEIA AGORA

A pandemia da covid-19 fez cair a venda de Viagra, medicamento para tratar a disfunção erétil. (Continue a ler aqui.)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS