Facebook e Instagram removem mais de 20 milhões de conteúdos sobre covid-19

O Facebook e o Instagram removeram “mais de 20 milhões” de publicações relativas a desinformação sobre a covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com o relatório do segundo trimestre deste ano da rede social.

Facebook e Instagram removem mais de 20 milhões de conteúdos sobre covid-19

Facebook e Instagram removem mais de 20 milhões de conteúdos sobre covid-19

O Facebook e o Instagram removeram “mais de 20 milhões” de publicações relativas a desinformação sobre a covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com o relatório do segundo trimestre deste ano da rede social.

O Facebook e o Instagram removeram “mais de 20 milhões” de publicações relativas a desinformação sobre a covid-19 desde o início da pandemia, de acordo com o relatório do segundo trimestre deste ano da rede social.

A covid-19 continua a ser um “grande problema de saúde pública” e “temos o compromisso de ajudar as pessoas a obter informações confiáveis, incluindo informação sobre vacinas”, refere o Facebook, no seu segundo relatório deste ano.

“Continuamos a remover” desinformação prejudicial sobre covid-19 e a proibir “anúncios que tentam explorar a pandemia para obter ganhos financeiros”, acrescenta a rede social, num ‘post’.

Facebook colabora com 80 organizações ‘fact-checking’

Desde o início da pandemia até junho, “removemos maios de 20 milhões de publicações de conteúdos do Facebook e do Instagram, em termos globais, que violavam as nossas políticas sobre desinformação relacionada com a covid-19”, adianta.

Também removeram “mais de 3.000 contas, páginas e grupos” por repetidamente violarem as regras do Facebook sobre proliferação de desinformação sobre a covid-19 e as vacinas.

“Exibimos alertas em mais de 190 milhões de publicações relacionadas com conteúdos sobre covid-19 no Facebook” que “os nossos parceiros de ‘fact-checking’ [verificadores de factos]” identificaram como falso, parcialmente falso ou com falta de contexto, salienta a rede social.

O Facebook colabora com 80 organizações ‘fact-checking’ em mais de 60 línguas em todo o mundo.

Além disso, “fornecemos informações confiáveis para ajudar a melhorar a aceitação da vacina, ao conectar dois mil milhões de pessoas” a especialistas de saúde através do Centro de Informações Covid-19 e ‘pop-ups’ educacionais no Facebook e Instagram, e ajudando “quatro milhões de pessoas nos Estados Unidos a aceder às vacinas através da nossa ferramenta de localização”, acrescenta.

LEIA AINDA
Lançadora do dardo vende medalha para ajudar bebé
Lançadora do dardo vende medalha para ajudar bebé
Maria Andrejczyk não ficou indiferente à história de Milosz, de oito meses, e decidiu leiloar a prata que ganhou em Tóquio. Comprador devolveu-lha depois. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS