A explicação de Rosa Grilo para ter agredido o filho

Rosa Grilo explica as razões que a levaram a agredir o filho numa das visitas à prisão. Segundo a irmã do triatleta, a viúva terá dado um estalo a Renato na presença dos avós maternos que nada fizeram para proteger o adolescente.

A explicação de Rosa Grilo para ter agredido o filho

Rosa Grilo explica as razões que a levaram a agredir o filho numa das visitas à prisão. Segundo a irmã do triatleta, a viúva terá dado um estalo a Renato na presença dos avós maternos que nada fizeram para proteger o adolescente.

Rosa Grilo confirma e explica por que agrediu o filho numa das visitas à prisão. Segundo a irmã do triatleta, Júlia Grilo, a viúva terá dado um estalo ao menino na presença dos avós maternos que nada fizeram para o proteger.

«A mãe agrediu-o na prisão. Deu-lhe um chapadão, agarrou-o pelos braços, e o avô e a avó não fizeram nada para acarinhar o menino», diz Júlia Grilo, numa entrevista no programa Linha Aberta na SIC.

A jornalista do canal, Ana Paula Félix, recebeu uma carta de Rosa Grilo onde a viúva explica a razão que a levou a bater no filho. A suspeita da morte de Luís Grilo diz que o filho terá sido mal educado com o avô, Américo Pina. Renato terá chamado o avô de «palhaço» e a situação terá ganho outros contornos quando o pai de Rosa Grilo lhe disse que o menino andava a gravar as conversas que tinham.

Segundo a jornalista, que cita Rosa Grilo, o adolescente sentiu necessidade de gravar as conversas que tinha com o avô materno, uma vez que, sempre que estavam juntos, Américo Pina dizia-lhe que a mãe estava inocente, que a família do pai não era a família dele e que a única pessoa que gostava dele era a mãe e os avós maternos.

Esta situação terá sido a gota de água para Rosa Grilo que acabou por dar um estalo no filho. Além disso, a mulher é acusada de ter conversas de «adultos» à frente do filho durante as visitas à prisão. A jornalista da SIC refere que já chamou a atenção da viúva para determinadas conversas que tinha com os pais à frente de Renato. Numa das visitas, Ana Paula Félix terá mesmo afastado o adolescente.

Família de Rosa e Luís Grilo impedidos de falar com a comunicação social

O Ministério Público decidiu esta quarta-feira, 3 de abril, que Renato, filho de Rosa Grilo, ficava sob a tutela da irmã da vítima, Júlia Grilo.

A juíza do processo terá ainda proibido a família de Rosa e Luís Grilo de falarem com a comunicação social em prol do bem estar de Renato. Na origem da decisão está um relatório do pedopsiquiatra, que tem acompanhado o menino de 13 anos, e que dá conta que Renato terá ficado perturbado com a divulgação, por parte de um canal de televisão, de fotografias do cadáver do pai e vídeos caseiros da família em férias.

O tribunal considerou que este tipo de imagens podem colocar em causa o equilíbrio emocional do filho de Rosa e Luís Grilo, pelo que a advertência da juíza foi para os familiares deixarem de trocar acusações em público.

Irmã de Luís Grilo fica com a custódia de Renato mas Rosa Grilo não perde os direitos paternais

Júlia Grilo, irmã do triatleta, ficou com a custódia do sobrinho. No entanto, Rosa Grilo continua a ser responsável por Renato. Apesar de estar detida, a viúva não perdeu as responsabilidades parentais, uma vez que ainda não foi julgada nem condenada pelo crime pelo qual está indiciada.

Renato ficará por agora com Júlia Grilo, que será responsável pelo quotidiano do menino. Questões maiores como informações sobre as notas escolares de Renato e relatórios médicos terão de ser sempre comunicados à viúva, encarcerada no Estabelecimento Prisional de Tires.

LEIA MAIS
Detida suspeita de homicídio de mulher cuja cabeça foi encontrada em praia de Leça
Rosa Grilo pede a filho para mentir à PJ sobre o dia do homicídio do triatleta

 

Impala Instagram


RELACIONADOS