Antigo padre condenado a 12 anos de prisão por abuso de menores

O Tribunal Distrital de Oecusse condenou o padre Richard Daschbach a 12 anos de prisão por vários crimes de abuso sexual de menores, cometidos num orfanato em Timor-Leste.

Antigo padre condenado a 12 anos de prisão por abuso de menores

Antigo padre condenado a 12 anos de prisão por abuso de menores

O Tribunal Distrital de Oecusse condenou o padre Richard Daschbach a 12 anos de prisão por vários crimes de abuso sexual de menores, cometidos num orfanato em Timor-Leste.

O Tribunal Distrital de Oecusse condenou nesta terça-feira o antigo padre Richard Daschbach a 12 anos de prisão por vários crimes de abuso sexual de menores, cometidos num orfanato em Timor-Leste. A pena de prisão foi determinada tendo em conta cinco crimes de abusos de menores de 12 anos e a idade do arguido, 84 anos. Em termos individuais e pelos vários crimes, o coletivo de juízes aplicou penas parcelares que totalizam mais de 37 anos de prisão, com o cumulo jurídico de penas a ser de uma pena única de 12 anos de prisão.

Padre absolvido do crime de pornografia infantil

O juiz absolveu o arguido da pratica do crime de pornografia infantil tendo decidido ainda alterar a medida de coação, pelo perigo de fuga, passando a aplicar de imediato a pena de prisão preventiva. O juiz ordenou igualmente o pagamento de uma compensação financeira de quatro mil dólares a cada uma das cinco vítimas contra quem os crimes foram aprovados.

LEIA AINDA
Padre professor mostra mulher nua durante teste e pede demissão

 

Impala Instagram


RELACIONADOS