EUA anunciam novo pacote de ajuda militar à Ucrânia

Os EUA anunciaram hoje que vão enviar para a Ucrânia mais ajuda militar no valor de 400 milhões de dólares (valor idêntico em euros), criando ainda um posto na Alemanha para supervisionar transferências de armas e treino militar.

EUA anunciam novo pacote de ajuda militar à Ucrânia

EUA anunciam novo pacote de ajuda militar à Ucrânia

Os EUA anunciaram hoje que vão enviar para a Ucrânia mais ajuda militar no valor de 400 milhões de dólares (valor idêntico em euros), criando ainda um posto na Alemanha para supervisionar transferências de armas e treino militar.

O novo posto de comando na Alemanha, intitulado Grupo de Assistência à Segurança na Ucrânia, sinaliza um programa mais permanente e de longo prazo para continuar a ajudar Kiev na sua luta contra a Rússia, disse a porta-voz do Pentágono Sabrina Singh.

Os 400 milhões de dólares incluem contratos para 1.100 aviões não tripulados (‘drones’) Phoenix Ghost, o financiamento para recuperar 45 tanques e mais 40 barcos fluviais, entre outros sistemas, disse o Pentágono.

Como as armas estão a ser adquiridas através da Iniciativa de Assistência à Segurança da Ucrânia, não estarão prontas para transferência imediata para Kiev.

Os EUA comprometeram-se em fornecer mais de 18,2 mil milhões de dólares (valor idêntico em euros) em armas e outros equipamentos para a Ucrânia, desde o início da invasão russa.

A ofensiva militar lançada a 24 de fevereiro pela Rússia na Ucrânia causou já a fuga de mais de 13 milhões de pessoas — mais de seis milhões de deslocados internos e mais de 7,7 milhões para países europeus -, de acordo com os mais recentes dados da ONU, que classifica esta crise de refugiados como a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

A invasão russa — justificada pelo Presidente russo, Vladimir Putin, com a necessidade de “desnazificar” e desmilitarizar a Ucrânia para segurança da Rússia – foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que tem respondido com envio de armamento para a Ucrânia e imposição à Rússia de sanções políticas e económicas.

RJP // PDF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS