Estudante sofre queimaduras em aula e recebe mais de 50 milhões de euros de indemnização

O estudante sofreu queimaduras no rosto, pescoço, braços e mãos, e teve de se submeter a várias operações de enxerto de pele.

Estudante sofre queimaduras em aula e recebe mais de 50 milhões de euros de indemnização

Estudante sofre queimaduras em aula e recebe mais de 50 milhões de euros de indemnização

O estudante sofreu queimaduras no rosto, pescoço, braços e mãos, e teve de se submeter a várias operações de enxerto de pele.

A cidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, foi condenada a indemnizar em 52 milhões de euros um jovem estudante que sofreu queimaduras graves durante uma experiência numa aula de química, em 2014, noticiou a imprensa local.

Um júri de Manhattan determinou que Alonzo Yanes, agora com 21 anos, deverá receber 29,5 milhões de dólares (cerca de 25 milhões de euros), respeitante à avaliação da dor e do sofrimento dos últimos cinco anos, e uma quantia semelhante por eventuais danos futuros.

Estudante ficou com queimaduras de terceiro grau em mais de 30% do corpo

De acordo com a acusação, a experiência incluiu a manipulação de minerais salinos e metanol e foi realizada apesar das advertências da Secretaria de Educação da cidade. O estudante ficou com queimadas de terceiro grau em mais de 30% do corpo. Yanes sofreu queimaduras no rosto, pescoço, braços e mãos, e teve de se submeter a várias operações de enxerto de pele.

O porta-voz do Departamento Jurídico da cidade, Nick Paolucci, informou que, na sequência do caso, a experiência deixou de ser praticada no circuito educacional da cidade.

LEIA MAIS
Cláudia Vieira já sabe o sexo do bebé
Mãe que injetava veneno no filho está presa em ala psiquiátrica

 

Impala Instagram


RELACIONADOS