Estudante desaparecida em Paris estava internada em hospital psiquiátrico

Natalia Sánchez Uribe, de 22 anos, estuda em Paris e foi dada como desaparecida no dia 1 de maio. Foi encontrada, esta quarta-feira e, segundo a imprensa espanhola, estava internada num hospital psiquiátrico.

Estudante desaparecida em Paris estava internada em hospital psiquiátrico

Estudante desaparecida em Paris estava internada em hospital psiquiátrico

Natalia Sánchez Uribe, de 22 anos, estuda em Paris e foi dada como desaparecida no dia 1 de maio. Foi encontrada, esta quarta-feira e, segundo a imprensa espanhola, estava internada num hospital psiquiátrico.

Natalia Sánchez Uribe, de 22 anos, estuda em Paris, ao abrigo do programa Erasmus, e estava desaparecida desde o dia 1 de maio. A espanhola foi encontrada com vida esta quarta-feira, 8 de maio, e segundo avança a imprensa espanhola, encontrava-se internada num hospital psiquiátrico.

DEPOIS LEIA

Previsão do tempo para sexta-feira, 10 de maio

No dia em foi vista pela última vez, a estudante estava a fazer mudanças para um novo apartamento. Numa das idas entre a antiga casa e a nova, a jovem desapareceu e o alerta foi dado pelos novos colegas de habitação. Segundo o jornal «El Mundo», Natalia Uribe foi encontrada pela polícia francesa na rua «desorientada», sem carteira ou telemóvel, facto que dificultou a sua identificação. As autoridades encaminharam a jovem para o hospital psiquiátrico Henri Ey de Paris.

Os familiares da estudantes espanhola foram informados ontem da localização da jovem e pedem agora privacidade. Em declarações à Europa Press, um tio da jovem revela, à mesma publicação, que a sobrinha «se encontra um pouco perdida, mas está bem de saúde».

LEIA MAIS

Queima das Fitas do Porto A jovem nua, os vídeos dos excessos e o comunicado da FAP

Tiroteio em escola no Colorado: Jovem de 18 anos morre para salvar colegas

Impala Instagram


RELACIONADOS