Este erro preguiçoso dos condutores convida ladrões a assaltarem automóveis

Existe um comportamento dos condutores, aparentemente inofensivo, que é um sinal para os ladrões assaltarem automóveis.

Este erro preguiçoso dos condutores convida ladrões a assaltarem automóveis

Este erro preguiçoso dos condutores convida ladrões a assaltarem automóveis

Existe um comportamento dos condutores, aparentemente inofensivo, que é um sinal para os ladrões assaltarem automóveis.

Existem detalhes nos automóveis aos quais os condutores prestam atenção apenas pela finalidade para que foram criados. Por exemplo, os espelhos retrovisores são úteis para manobras e mudanças de direção durante as deslocações, certo? Errado! É que estes também estão a ser utilizados pelos ladrões como um cartão de visita para assaltar a viatura.

Leia depois
Este truque de condução, desconhecido por muitos, irá ajudá-lo a poupar dinheiro em combustível
Existe uma função, que muitos carros têm sem que os condutores a conheçam, que irá ser uma excelente ajuda para poupar dinheiro em combustível (… continue a ler aqui)

Aquele que está a ser descrito como um erro preguiçoso é entendido com um sinal de que o carro está em condições de ser assaltado. E falamos de não recolher os espelhos retrovisores. Algo que os amigos do alheio entendem como sinónimo de que a viatura não está trancada. A dica, segundo o The Telegraph, está a ser partilhada pelas autoridades. O jornal refere ainda um trabalho levado a cabo por Kevin Floyd, ex-inspetor chefe da polícia britânica e criminologista da Universidade de Huddersfield, no Reino Unido.

“Nos carros modernos de hoje em dia, os espelhos retrovisores abertos equivalem na mente do ladrão a uma porta aberta”

O antigo agente de autoridade esteve à conversa com diversos assaltantes de carros condenados. Que salientaram que andam à procura de carros modernos que não tenham os retrovisores recolhidos. Porque são sinal de que facilmente será arrombada a viatura, podendo assim retirar objetos do interior. “Nos carros modernos de hoje em dia, os espelhos retrovisores abertos equivalem na mente do ladrão a uma porta aberta. É tão simples quanto isto. É uma bandeira verde. É tão fácil quanto andar na rua”, explica Kevin Floyd à publicação.

“O outro erro básico é deixar objetos de valor à mostra”

“Eles não querem tentar abrir as portas porque são tão sensíveis que disparam um alarme, mas se os espelhos estiverem abertos, é uma confirmação de que o carro está destrancado e nenhum alarme disparará. Eles podem então sentar-se, fingirem ser o dono e levar o tempo que quiserem para dar uma boa espreitadela e roubar coisas ou roubar o carro. É um convite aberto”, prossegue.

Existe ainda mais um erro que o antigo inspetor chefe considera ser igualmente comum em condutores preguiçosos. “O outro erro básico é deixar objetos de valor à mostra porque os proprietários dos carros são preguiçosos. Não são apenas objetos de valor com valor financeiro, mas objetos de valor que podem ser usados para cometer mais roubos. Por exemplo, as pessoas podem deixar um molho de chaves de casa e uma carta com o endereço”, conclui.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shutterstock

Impala Instagram


RELACIONADOS