Erro com algoritmo leva Facebook a classificar negros como primatas

O vídeo que mostrava homens negros em confrontos com civis brancos e polícias. o algoritmo do Facebook recomendou “continuar a ver vídeos de primatas”.

Erro com algoritmo leva Facebook a classificar negros como primatas

Erro com algoritmo leva Facebook a classificar negros como primatas

O vídeo que mostrava homens negros em confrontos com civis brancos e polícias. o algoritmo do Facebook recomendou “continuar a ver vídeos de primatas”.

“Lamentável” e “inaceitável”. Foi assim que a empresa Facebook classificou o erro originado por um algoritmo de Inteligência Artificial (IA) utilizado para gerar recomendações e que classificou agora um vídeo de homens negros com o termo “primatas“. A empresa fundada por Mark Zuckerberg já desativou o software que fez disparar a mensagem e garante estar a analisar o que se terá passado.

Tudo aconteceu quando alguns utilizadores viram um vídeo publicado pelo Daily Mail que retratava homens negros e o algoritmo recomendou “continuar a ver vídeos de primatas”. O vídeo mostrava homens negros em confrontos com civis brancos e polícias, não tendo quaisquer conteúdos sobre vida animal. A denúncia está a gerar polémica e a gigante tecnológica já veio a público pedir desculpa. “Já realizámos várias melhorias na nossa Inteligência Artificial, mas sabemos que não é perfeita e temos muitos progressos a fazer ainda. Pedimos desculpa a todas as pessoas que possam ter visto estas recomendações ofensivas”, afirmou um porta-voz da rede social.

A situação não é inédita. No ano passado, o Facebook anunciou estar a investigar se os seus algoritmos de Inteligência Artificial (IA) apresentavam traços de discriminação racial e, em 2015, a aplicação Google Fotos identificou homens negros como “gorilas“.

Impala Instagram


RELACIONADOS