Entrevista de emprego: teste da chávena de café é o novo truque para cortar candidatos

Muitas empresas estão a recorrer ao teste da chávena de café nas entrevistas de emprego. É algo que pode passar despercebido aos candidatos, mas que diz muito sobre as pessoas.

Entrevista de emprego: teste da chávena de café é o novo truque para cortar candidatos

Entrevista de emprego: teste da chávena de café é o novo truque para cortar candidatos

Muitas empresas estão a recorrer ao teste da chávena de café nas entrevistas de emprego. É algo que pode passar despercebido aos candidatos, mas que diz muito sobre as pessoas.

Existem momentos que acontecem durante as entrevistas de emprego e que podem passar despercebidos aos candidatos. Ainda assim, estes desempenham um papel fulcral na decisão de escolha de um futuro funcionário. O teste da chávena de café é o exemplo mais recente. E algo a que muitos patrões estão a recorrer para cortar candidatos.

Leia depois
Aprenda a responder às 5 perguntas que mais se ouvem numa entrevista de emprego
Descubra quais as cinco perguntas que mais se fazem numa entrevista de emprego e aprenda a preparar as respostas (… continue a ler aqui)

Quem o conta é Trent Innes, CEO da empresa de software Compono. Foi em entrevista ao podcast The Venture que Trent Innes revelou o truque a que recorre para ficar a conhecer um pouco mais sobre os candidatos. “Levo-os sempre a passear por uma das nossas cozinhas. E, de alguma forma, acabam por sair de lá com uma bebida”, começa por contar. “Faço a entrevista e uma das coisas que tento perceber no final é o que a pessoa irá fazer com o copo vazio. Irá levá-lo de volta para a cozinha?”, acrescenta.

“Faço a entrevista e uma das coisas que tento perceber no final é o que a pessoa irá fazer com o copo vazio”

Explica o CEO que aqueles que levam as canecas usadas para a cozinha são mais propensos a ter espírito de equipa. Ao mesmo tempo que revelam consideração por outras pessoas que trabalham no mesmo local. Para Trent Innes é mau sinal quando as pessoas acabam a entrevista e deixam o copo vazio em cima da mesa. “Podem desenvolver habilidades, podem ganhar conhecimento e experiência, mas tudo se resume à atitude. E a atitude de que falamos muito é o conceito de ‘lavar a sua chávena de café’”, termina.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shutterstock

Impala Instagram


RELACIONADOS