Entregador de compras ao domicílio recusa-se a ajudar grávida [vídeo e fotos]

Entregador de compras ao domicílio obrigou uma mulher grávida a subir e a descer as escadas até levar todos os sacos de compras para casa.

Um entregador de compras ao domicílio recusou-se a ajudar uma grávida. O homem obrigou a mulher a subir e a descer as escadas até levar todos os sacos de compras. Durante todo o tempo, o entregar permaneceu de mãos nos bolsos. Mais tarde, Amy Natasha Botten, de Londres, Inglaterra, recorreu às redes sociais para denunciar o «mau serviço prestado pela cadeia de supermercados Asda».

LEIA MAIS: Abraçou e pediu desculpa à filha antes de esfaqueá-la até à morte

Amy partilhou um vídeo onde se vê o funcionário da empresa a recusar-se a entregar os sacos à porta do seu apartamento. E, desse modo, obriga-a a fazê-lo sozinha. Para além do avançado estado de gravidez que a condicionava naquele momento, a jovem mãe estava a tomar conta do filho, de três anos, tendo de o deixar sozinho para cumprir um serviço para o qual tinha já efetuado pagamento. No vídeo, ouve-se como Amy vai perdendo o fôlego, depois de ter de repetir o carregamento de compras várias vezes consecutivas. Ao longo de todo o tempo, o entregador mantém-se de mãos nos bolsos e nada faz para ajudar a jovem.

Apesar de contratado para o efeito, o entregador recusou-se a ajudar a grávida

A dada altura, o filho chora, pedindo a atenção da mãe. Mas nem isso demove o funcionário, que continua a negar-se a fazer o trabalho para o qual fora contratado. Amy, de 20 anos, fez uma compra de 225 euros e pagou mais 25 para que os produtos fossem entregues em casa, visto que o prédio onde mora não tem elevador. «Grávida no fim de tempo, achei que esta era a melhor solução e correu sempre bem.

LEIA MAIS: Mãe grava vídeo de despedida antes de entregar o bebé para adoção [vídeo]

«Nesse dia, quando o empregado chegou, olhou para a escadas e disse que se recusava a subir. Pousou as compras no fim da escadaria e mandou-me levar tudo. Foi revoltante, mas precisava da comida para mim e para o meu filho. Não podia deixar as compras ali», explicou a um canal de televisão inglês. Centenas de internautas revoltaram-se com a atitude do funcionário e ‘entupiram’ a página de Facebook do supermercado com críticas e insultos.

LEIA MAIS: Más notícias para os fãs da margarina Becel Pro-Activ


RELACIONADOS

Entregador de compras ao domicílio recusa-se a ajudar grávida [vídeo e fotos]

Entregador de compras ao domicílio obrigou uma mulher grávida a subir e a descer as escadas até levar todos os sacos de compras para casa.