Engravida menina de 12 anos e aguarda julgamento em liberdade

O suspeito começou esta quinta-feira, dia 10 de janeiro, a ser julgado no tribunal de Cascais. O homem está em liberdade.

Engravida menina de 12 anos e aguarda julgamento em liberdade

Engravida menina de 12 anos e aguarda julgamento em liberdade

O suspeito começou esta quinta-feira, dia 10 de janeiro, a ser julgado no tribunal de Cascais. O homem está em liberdade.

O caso remonta a 2016, mas o julgamento só começou esta quinta-feira, dia 10 de janeiro, no Tribunal de Cascais. O homem conheceu a menina no final de 2015. Nessa altura, a rapariga disse ao agressor ter 16 anos, quando na verdade tinha apenas 12. Ele já era maior de idade: 23 anos.

LEIA MAIS: EDP quer obrigar clientes a contratos de cinco anos

Um ano mais tarde, o suspeito descobriu a verdadeira idade da menor, mas ainda assim manteve a relação. A menina acabou por engravidar.

O MP acredita que o arguido sabia da idade da menor

Segundo a acusação, citada pelo ‘Correio da Manhã’ (CM), «o arguido agiu com o propósito concretizado de praticar atos de natureza sexual com a menor A., indiferente à idade desta e às consequências de tal atuação».

O Ministério Público acredita que «o arguido sabia a idade da menor e sabia que a mesma não tinha suficiente discernimento para se autodeterminar sexualmente».

Tendo em conta a idade da vítima, o tribunal alertou a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, que entregou a supervisão da jovem e da bebé à avó da criança.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais

Impala Instagram


RELACIONADOS