Encontrados cinco corpos e um desaparecido após colapso de ponte em Taiwan

As equipas de resgate taiwanesas anunciaram hoje que recuperaram cinco corpos e ainda procuram uma pessoa desaparecida das três embarcações de pesca que foram atingidos pelo colapso de uma ponte na terça-feira, 60 quilómetros a sudeste da capital, Taipé.

Encontrados cinco corpos e um desaparecido após colapso de ponte em Taiwan

Encontrados cinco corpos e um desaparecido após colapso de ponte em Taiwan

As equipas de resgate taiwanesas anunciaram hoje que recuperaram cinco corpos e ainda procuram uma pessoa desaparecida das três embarcações de pesca que foram atingidos pelo colapso de uma ponte na terça-feira, 60 quilómetros a sudeste da capital, Taipé.

A agência nacional de bombeiros ainda não conseguiu identificar as vítimas mortais, e confirmou somente que dois dos mortos eram de descendência indonésia e filipina, respetivamente.

As autoridades suspeitam que as vítimas das embarcações fossem pescadores.

O porta-voz dos bombeiros, Su Hong Wei, indicou que a queda de um camião da ponte destruiu três barcos.

O exército taiwanês cedeu uma plataforma flutuante para ajudar os trabalhadores a remover os destroços e a extrair duas das embarcações debaixo das secções colapsadas da ponte.

A terceira embarcação foi resgatada no dia do incidente.

A ponte, de 140 metros de comprimento, colapsou na terça-feira, numa baía na costa leste, a cerca de 60 quilómetros do sudeste da capital, Taipé.

Ainda não se sabe se o tufão que atingiu a ilha nesse dia teve influência no colapso da ponte, uma vez que aquando do acidente já não se sentiam os efeitos do mau tempo.

Doze feridos foram levados para o hospital, incluindo o condutor taiwanês do camião que caiu da ponte e dois guardas costeiros.

Nove dos feridos são pescadores de origem filipina e indonésia, sendo que um dos indonésios está em estado crítico, de acordo com a agência central de notícias de Taiwan que citou fonte da agência que recrutou os pescadores.

O ministro do Interior de Taiwan, Hsu Kuo-yung, disse à imprensa que pelo menos cinco pessoas circulavam na ponte, quando esta desabou.

Muitos vietnamitas, filipinos e indonésios trabalham nos barcos de pesca registados em Taiwan, onde o salário é mais elevado do que nos seus países.

A ponte de 18 metros de altura em Nanfangao, uma pequena, mas lotada vila de pescadores, na costa do Pacífico, abriu em 1998 e substituiu uma outra mais baixa que impedia a passagem de grandes embarcações de pesca.

A empresa que projetou a obra, a MAA Consultants, afirmou que se trata da única ponte em arco suportada por cabos em Taiwan.

Era a segunda ponte de aço em arco existente no mundo.

EL (FST) // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS