Empresário candidato a presidente de câmara queima 1 milhão para não pagar à ex-mulher

Empresário e político canadiano fez a revelação durante em tribunal, perante a Justiça. O juiz não acreditou e condenou o homem a 30 dias de prisão.

Empresário candidato a presidente de câmara queima 1 milhão para não pagar à ex-mulher

Empresário e político canadiano fez a revelação durante em tribunal, perante a Justiça. O juiz não acreditou e condenou o homem a 30 dias de prisão.

Bruce McConville, empresário canadiano de 55 anos, alegou ter queimado um milhão de dólares canadianos, perto de 700 mil euros, porque não queria entregar o dinheiro à ex-mulher. O depoimento, prestado diante da Justiça em 28 de janeiro, não convenceu o juiz e foi condenado a 30 dias de prisão efetiva. McConville afirmou que sacou o dinheiro de forma faseada, em 25 levantamentos. De facto, tinha os recibos para comprová-lo, mas não o dinheiro. Quando o juiz perguntou pela quantia, a resposta foi inesperada. «Destrui-o.»

LEIA DEPOIS
«Bebi água em jejum durante um mês» e estes foram os 8 benefícios

Justiça não tem como calcular quanto o empresário terá de pagar à ex-mulher e à filha

Perante a resposta de McConville, o juiz quis saber como. «Queimei-o», respondeu o réu, que acrescentou não ter provas de que o fez. Sem testemunhas nem provas – e já anteriormente acusado de fugir aos impostos – a sustentação é impossível de fazer. Por outro lado, sem provas da existência do dinheiro, a Justiça também não consegue calcular quanto deve o empresário pagar de pensão à ex-mulher e à filha. Bruce McConville foi candidato a presidente de câmara da cidade de Ottawa, capital do Canadá. Tentou ser eleito com um discurso anti-corrupção e anti-crime.

LEIA MAIS
Preso três anos por ser confundido com o irmão

Impala Instagram


RELACIONADOS