Elon Musk dá 6 mil milhões se ONU mostrar como acabar com fome no mundo

Elon Musk, o homem mais rico do mundo, respondeu ao apelo do diretor do Programa Alimentar Mundial e garantiu que doava verba caso a ONU consiga demonstrar que 2% da sua fortuna acabaria com a fome no mundo.

Elon Musk dá 6 mil milhões se ONU mostrar como acabar com fome no mundo

Elon Musk dá 6 mil milhões se ONU mostrar como acabar com fome no mundo

Elon Musk, o homem mais rico do mundo, respondeu ao apelo do diretor do Programa Alimentar Mundial e garantiu que doava verba caso a ONU consiga demonstrar que 2% da sua fortuna acabaria com a fome no mundo.

Elon Musk, patrão da Tesla e um dos homens mais ricos do mundo, garante que irá “imediatamente” vender algumas ações da fabricante automóvel caso a ONU demonstre “concretamente” como é que 2% da sua fortuna pessoal acabaria com a fome no mundo, como disse o diretor do Programa Alimentar Mundial (PAM) das Nações Unidas, David Beasley, que sugeriu que essa quantia alimentaria 42 milhões de pessoas “que irão morrer caso não recebam a nossa ajuda”.

“Se o PAM conseguir explicar nesta thread do Twitter exatamente como é que 6 mil milhões de dólares resolveriam a fome no mundo, vendo ações da Tesla imediatamente e doarei o dinheiro”, escreveu o multimilionário. O magnata sublinhou, porém, que “tem de ser com contabilidade open source, para que o público consiga ver exatamente como é que o dinheiro é gasto”.

«E se fossem as vossas filhas a morrer à fome?»

David Beasley aceitou o desafio e começou por explicar que “6 mil milhões de dólares não resolvem a fome no mundo, mas evitam instabilidade geopolítica e migrações em massa – salvando 42 milhões de pessoas que estão à beira de cair numa situação de fome”, afirmou, apontando para o que diz ser uma “crise sem precedentes e uma tempestade perfeita relacionada com covid/conflitos/crise climática”. Além disso,  assegurou ao dono da Tesla que “temos sistemas montados que garantem transparência e contabilidade open source. A sua equipa está à vontade para analisar e vir trabalhar connosco, para que esteja totalmente confiante” de que o dinheiro é bem utilizado, acrescentou.

O diretor do World Food Programme tinha lançado o desafio não só a Elon Musk mas, também, a outros magnatas como Jeff Bezos, fundador da Amazon. “E se fossem as vossas filhas a morrer à fome? E se fosse a vossa família? Acordem para a vida e ajudem”, pediu Beasley, sugerindo a estes empresários que aproveitem as recentes valorizações das empresas que lideram para fazer um donativo extraordinário para ajudar a resolver este flagelo mundial.

LEIA AINDA
O que é Síndrome de Asperger que Elon Musk revelou ter?

Impala Instagram


RELACIONADOS