Eletricidade restaurada em 90% da Argentina

A agência estatal de notícias argentina noticiou que o fornecimento de eletricidade foi reposto na maior parte do país, depois de um apagão que deixou milhões de pessoas às escuras.

Eletricidade restaurada em 90% da Argentina

Eletricidade restaurada em 90% da Argentina

A agência estatal de notícias argentina noticiou que o fornecimento de eletricidade foi reposto na maior parte do país, depois de um apagão que deixou milhões de pessoas às escuras.

A Telam disse, no domingo, que a Argentina tinha restaurado a energia em 90% do país da América do Sul, bem como à maioria dos três milhões de habitantes do Uruguai.

O apagão maciço atingiu a Argentina, o Uruguai e o Paraguai no domingo. O Presidente argentino, Mauricio Macri, qualificou a falha na rede elétrica no país “sem precedentes”.

As autoridades trabalharam incessantemente para restaurar a energia, que ocorreu cerca das 07:06 de domingo (11:06 de domingo em Lisboa), mas 12 horas depois do país ter ficado às escuras, mais de um quarto dos 44 milhões de habitantes continuavam sem eletricidade.

A empresa Distribuidora Sur (Edesur) informou que o apagão teve origem numa conexão de transporte de eletricidade na costa leste do país, entre as hidroelétricas de Yacyretá, sob gestão argentino-paraguaia, e de Salto Grande (argentino-uruguaia).

“Isso ativou as proteções de emergência das centrais elétricas, que saíram de operação e produziram o apagão”, explicou a Edesur, responsável pela rede elétrica de parte de Buenos Aires e pelas áreas sul e sudoeste da cintura urbana.

O incidente ocorreu no Dia do Pai na Argentina e quando decorrem eleições regionais nas províncias de Santa Fé, São Luís, Formosa e Terra do Fogo.

O país está a ser afetado por fortes chuvas desde o início de sábado.

EJ (ARA) // FST

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS