Elefantes destroem 20 hectares de cultivo em comuna da província angolana da Huíla

Manadas de elefantes já destruíram 20 hectares de culturas de milho e hortícolas, na comuna do Mulondo, município da Matala, província angolana, da Huíla, denunciaram as autoridades locais.

Elefantes destroem 20 hectares de cultivo em comuna da província angolana da Huíla

Elefantes destroem 20 hectares de cultivo em comuna da província angolana da Huíla

Manadas de elefantes já destruíram 20 hectares de culturas de milho e hortícolas, na comuna do Mulondo, município da Matala, província angolana, da Huíla, denunciaram as autoridades locais.

A informação foi hoje avançada pela administradora comunal de Mulondo, Lúcia Ngueve, que manifestou a preocupação dos habitantes daquela área afetada pela seca.

“De facto os elefantes estão a danificar a pouca cultura que a população tem, já não temos chuva, e como se não bastasse, aquelas pequenas culturas que a população conseguiu fazer, infelizmente, o elefante está a danificar”, frisou Lúcia Ngueve.

O conflito homem/animal em Angola já se regista há vários anos, intensificando-se a partir do final da guerra no país, em 2002, quando os animais começaram a regressar ao seu habitat.

Além dos elefantes, a população queixa-se, vezes sem conta, da invasão das suas plantações igualmente por hipopótamos.

NME // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS