Duas pessoas morrem baleadas pela polícia no centro de Moçambique

Duas pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida na terça-feira, no centro de Moçambique, durante uma intervenção da polícia para travar distúrbios numa manifestação causada pela proibição do uso da moeda malauiana, kwacha, disse hoje à Lusa fonte policial.

Duas pessoas morrem baleadas pela polícia no centro de Moçambique

Duas pessoas morrem baleadas pela polícia no centro de Moçambique

Duas pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida na terça-feira, no centro de Moçambique, durante uma intervenção da polícia para travar distúrbios numa manifestação causada pela proibição do uso da moeda malauiana, kwacha, disse hoje à Lusa fonte policial.

Duas pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida na terça-feira, no centro de Moçambique, durante uma intervenção da polícia para travar distúrbios numa manifestação causada pela proibição do uso da moeda malauiana, kwacha, disse hoje à Lusa fonte policial. “Infelizmente, duas pessoas perderam a vida e uma ficou gravemente ferida, quando a polícia atuou para parar atos de vandalismo em Molumbo”, afirmou Sidner Lonzo, porta-voz do comando da polícia na província da Zambézia, onde se situa o distrito de Molumbo.

Lonzo avançou que os confrontos entre a polícia e populares aconteceram depois de estes vandalizarem infraestruturas públicas, durante uma manifestação contra a detenção de quatro indivíduos que no dia anterior protagonizaram desordem na sede do posto administrativo de Coromana.

Na sequência das escaramuças, foram enviados para o posto administrativo reforços policiais, da Unidade de Intervenção Rápida (UIR) e da Força de Guarda de Fronteira.

A população manifestava-se contra a decisão das autoridades do distrito de Molumbo de proibir a circulação da moeda do Maláui, kwacha, nas transações comerciais por razões não explicadas. Vários distritos da região centro de Moçambique, incluindo Molumbo, estão na linha de fronteira com o Maláui. Historicamente, as comunidades que vivem nos distritos fronteiriços em Moçambique usam moeda dos países vizinhos no seu dia-a-dia.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS