Dois polícias moçambicanos detidos e dois foragidos por suspeita de assalto em Maputo

Dois agentes da polícia moçambicana estão detidos e outros dois foragidos após se terem supostamente envolvido no roubo de mais de cinco milhões de meticais (67 mil euros) de uma empresa em Maputo, disse hoje fonte da corporação.

Dois polícias moçambicanos detidos e dois foragidos por suspeita de assalto em Maputo

Dois polícias moçambicanos detidos e dois foragidos por suspeita de assalto em Maputo

Dois agentes da polícia moçambicana estão detidos e outros dois foragidos após se terem supostamente envolvido no roubo de mais de cinco milhões de meticais (67 mil euros) de uma empresa em Maputo, disse hoje fonte da corporação.

O porta-voz do Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic) na província de Maputo, Elino Panguana, revelou que os quatro polícias se associaram a mais cinco trabalhadores da empresa para participarem na simulação de um assalto a uma viatura que transportava o dinheiro da firma.

“O grupo terá bloqueado o carro da instituição quando ia fazer o depósito do valor num banco, simulando um assalto”, afirmou Panguana.

Segundo o Sernic, a contabilista da empresa, encarregada pelo depósito do valor, terá combinado o esquema com o motorista.

Os dois convidaram amigos e de seguida quatro agentes da polícia moçambicana para se aliarem ao roubo.

“A contabilista acabou confessando que de facto não era um assalto, mas foi uma coisa traçada previamente”, referiu Elino Panguana.

De acordo com o porta-voz, do grupo, sete pessoas estão detidas, entre as quais dois agentes afetos ao Sernic, enquanto os restantes dois membros, que são polícias de proteção pública, estão foragidos.

“Estão a decorrer diligências para a neutralização dos foragidos e recuperação do resto do dinheiro”, acrescentou o porta-voz do Sernic, referindo que foram recuperados mais de dois milhões de meticais (27 mil euros) e alguns bens adquiridos com o valor.

LYN // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS