Netflix explica tudo o que aconteceu no desaparecimento de Maddie [vídeo]

Tudo sobre o documentário do momento. A Netflix acaba de lançar uma série documental sobre Maddie McCann, a menina britânica que desapareceu na Praia da Luz, no Algarve, a 3 de maio de 2007.

É um dos grandes mistérios da história britânica e portuguesa. O que aconteceu a Maddie McCann? O novo documentário da Netflix, intitulado O Desaparecimento de Madeleine McCann é um minucioso relato do caso da menina de 3 anos, que desapareceu sem deixar rasto, durante as férias com a sua família.

DEPOIS LEIA

Madeleine «foi congelada e depois cremada», diz ex-inspetor da PJ

Relato minucioso do caso Maddie

Quase 12 anos após o misterioso desaparecimento, são muitas as questões por responder. Maddie continua desaparecida e a investigação nunca terminou, continuando a receber mais e mais injeções de capital para que não cesse. Ao todo, mais de 13 milhões de euros já foram gastos na investigação. O documentário, dividido em oito partes de uma hora, consiste, sobretudo, em informações e depoimentos recolhidos em Portugal e conta com a participação de 40 especialistas. Kate e Gerry McCann, pais da menina, recusaram qualquer tipo de envolvimento na série.

O primeiro episódio – Por Detrás da Verdade

Em maio de 2007, Kate e Gerry eram apenas mais dois médicos britânicos de férias no resort Ocean Club, no Algarve, com os três filhos pequenos. O casal tinha tentado ter crianças durante anos. Recorreram à fecundação in vitro e nasceu Maddie, a primeira filha. Ao longo das férias em Portugal, os McCann e o grupo de sete amigos costumavam jantar num restaurante de tapas perto dos apartamentos arrendados. Apesar de existir uma creche noturna à disposição, os adultos faziam turnos e, mais ou menos de meia em meia hora, iam verificar se estava tudo bem com as crianças. Nessa noite de 3 de maio, Gerry foi o primeiro, cerca das 21h05, a levantar-se para verificar as crianças. Por volta das 22h00, foi a vez de Kate. Maddie não se encontrava na cama onde os pais a deixaram. Kate encontrou apenas o cobertor da menina e o seu peluche favorito, ao qual chamava Cuddle Cat. A janela estava aberta.

Gonçalo Amaral é dos primeiros a examinar o quarto

Apesar de terem recusado participar no documentário, vários momentos são narrados por Kate e Gerry, possivelmente em gravações de interrogatórios.  A GNR é a primeira a chegar ao local e neste momento, tanto no resort como nas proximidades e na praia, já eram muitas as pessoas a procurar a menina. Neste primeiro episódio, são entrevistadas várias pessoas que também passavam ali férias e relatam o que se passou naquelas primeiras horas. Gonçalo Amaral explica, em entrevista, que chegou logo após a GNR. Afirma que quando chegou, encontrou um quarto bastante vazio e desarrumado, cheio de roupas por todo o lado. Diz que foi feito um «exame» como se se tratasse de um furto.

DEPOIS LEIA

 Jovem estudante de Manchester assegura: «Eu sou Madeleine McCann»

Uma criança descalça e de pijama, ao colo de um homem

Jane Tanner, uma mulher do grupo de adultos, refere que nessa noite, durante o regresso de uma das suas vigias às crianças, teria visto um homem a passar a estrada muito próximo ao apartamento onde estavam hospedados os McCann. Este homem levaria uma criança ao colo, descalça e de pijama, segundo a reconstrução da mulher. Por volta das 22h00 dessa noite, um irlandês, Martin Smith, revela ter visto um homem a carregar uma criança de pijama ao colo. Este acontecimento teria ocorrido minutos antes de os McCann darem pelo desaparecimento da filha.

Dia amanhece e a história já estava nos jornais britânicos

Pela voz dos McCann, estes relatam que estiveram acordados toda a noite e que saíram para a rua e procuraram a filha ainda antes de chegar a Polícia. Ainda que não seja dito em palavras exatas, há sempre latente uma crítica às autoridades portuguesas. Nas primeiras horas da manhã seguinte, a história já estava nos jornais britânicos. Pouco faltaria para que os jornalistas começassem a chegar à Praia da Luz. Sandra Felgueiras, jornalista da RTP, entra em cena e relata que quando soube do desaparecimento pensou que fosse impossível que estivesse a acontecer em Portugal. «O Algarve é o local mais seguro de Portugal», diz ter pensado. Sandra foi uma das jornalistas a ser destacada para o caso poucas horas após o desaparecimento.

Abordagem inicial não foi mal feita, mas sim «inadequada»

Neste momento, a história do desaparecimento de Maddie é interrompida para que seja contada a história da Praia da Luz e de como chegaram ali os primeiros turistas. Nesta fase, Sandra Felgueiras recorda os verões que passou no Algarve em criança. Pela voz de Gonçalo Amaral e de Rui Gustavo, jornalista do Expresso, é contada um pouco da história profissional do ex-inspector da Polícia Judiciária e de como chegou ao caso de Maddie. A narrativa volta à manhã de 4 de maio de 2017 e Gonçalo Amaral começa por dizer que a abordagem inicial não foi mal feita, mas sim «inadequada».

«Em Portugal, o desaparecimento de um ser humano não é crime. Portanto, a Polícia Judiciária não pode iniciar determinado tipo de investigações – sejam escutas telefónicas, seja o que for – se não existir um processo crime», afirma o antigo inspector Gonçalo Amaral

Na manhã seguinte, os McCann dirigem-se à esquadra de Portimão para prestar depoimentos. A série documental da Netflix é uma minuciosa reconstrução do mistério do desaparecimento de Madeleine. São entrevistadas inúmeras pessoas e utilizadas filmagens da época com jornalistas, locais e até com o presidente da Câmara.

O por quê do interesse mundial neste caso

Ernie Allen, então Presidente e CEO do Centro Nacional para Crianças Desaparecidas e Exploradas, tenta explicar neste primeiro episódio o por quê do interesse mundial neste caso. Para este, foram as circunstâncias. Maddie teria sido raptada do quarto, debaixo dos narizes dos pais. Kate e Gerry receberam a simpatia de muitos pais e eram o símbolo da aspiração britânica. O primeiro episódio da série documental, termina com imagens reais da primeira e sentida declaração de Kate e Gerry à impresa e a introdução do primeiro suspeito na história. Há mais sete episódios para ver, cada um com uma hora de duração.

Texto: Marta Amorim | WiN

LEIA MAIS

Sandra Felgueiras acusa polícias de lhe mentirem sobre o desaparecimento de Madeleine McCann

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Netflix explica tudo o que aconteceu no desaparecimento de Maddie [vídeo]

Tudo sobre o documentário do momento. A Netflix acaba de lançar uma série documental sobre Maddie McCann, a menina britânica que desapareceu na Praia da Luz, no Algarve, a 3 de maio de 2007.