Diamante de mais de 1 milhão de euros roubado em exposição

A polícia japonesa está a investigar o furto de um diamante de 50 quilates, no valor de 1,6 milhões de euros.

Diamante de mais de 1 milhão de euros roubado em exposição

Diamante de mais de 1 milhão de euros roubado em exposição

A polícia japonesa está a investigar o furto de um diamante de 50 quilates, no valor de 1,6 milhões de euros.

A polícia japonesa está a investigar o furto de um diamante de 50 quilates, no valor de 1,6 milhões de euros, roubado numa exposição de joias em Yokohama.

LEIA DEPOIS
Bebé sem rosto. Rodrigo não ouve e só respira pela boca

Diamante pertence a uma empresa japonesa

«Acreditamos que foi furtado da vitrina onde se encontrada exposto», disse hoje um porta-voz da polícia à agência de notícias France-Presse. A peça, rara, foi apresentada durante uma feira no centro de exposições Pacifico em Yokohama, um subúrbio de Tóquio.

Segundo o canal público NHK, o furto aconteceu no final do dia de quinta-feira por um funcionário que também notou que a vitrina se encontrava aberta. O diamante pertence a uma empresa japonesa e foi o único objeto a ser furtado durante a exposição, que termina hoje.

Angola abre concurso para minas de diamantes

O Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos de Angola abre hoje o concurso público internacional para atribuir direitos de prospeção e exploração de minas de diamantes, ferro e fosfatos, nas províncias das Lundas, Cuanza Norte, Cabinda e Zaire. As cinco concessões mineiras localizam-se em Camafuca-Camazambo (diamantes, na Lunda Norte), Tchitengo (diamantes, na Lunda Norte e Sul), Kassala Kitungo (ferro, no Cuanza-Norte), Cácata (fosfatos, em Cabinda) e Lucunga (fosfatos no Zaire). Continue a ler aqui.

LEIA MAIS

Presidente da República quer regulação e privacidade em debate na Web Summit

Previsão do tempo para sexta-feira, 25 de outubro

 

Impala Instagram


RELACIONADOS