Dia Mundial da Poupança: Descubra qual o seu tipo de personalidade face ao dinheiro

Poderá o dinheiro trazer felicidade? Ken Konda, autor do livro Happy Money, garante que sim e revela formas de encontrar a liberdade financeira. Descubra qual o seu tipo de personalidade tendo em conta a relação com o dinheiro.

Dia Mundial da Poupança: Descubra qual o seu tipo de personalidade face ao dinheiro

Dia Mundial da Poupança: Descubra qual o seu tipo de personalidade face ao dinheiro

Poderá o dinheiro trazer felicidade? Ken Konda, autor do livro Happy Money, garante que sim e revela formas de encontrar a liberdade financeira. Descubra qual o seu tipo de personalidade tendo em conta a relação com o dinheiro.

«Dinheiro não traz felicidade». Certamente que já ouviu este velho ditado, no entanto, Ken Honda, autor do livre Happy Money, defende que sim e acredita, até, que este é o primeiro passo para uma vida próspera e feliz. No manual Honda desafia cada leitor a parar e a pensar na relação que tem com o dinheiro, demonstrando que, em última instância, a escolha de ter uma relação feliz ou infeliz com as notas depende, exclusivamente, de cada um: «Não é o quanto fazemos ou temos que nos leva a ter ‘dinheiro feliz‘ ou ‘dinheiro infeliz‘; é a energia com a qual o nosso dinheiro é dado e recebido que determina o nosso fluxo», explica o autor na introdução do livro.

LEIA DEPOIS

Bebé sem rosto nasceu há três semanas. «A missão do Rodrigo é ajudar a fazer justiça»

«Apesar de o dinheiro estar muitas vezes associado a emoções negativas como «o dinheiro desaparece», «o dinheiro traz problemas» ou «o dinheiro magoa as pessoas», há formas de encontrar liberdade financeira, garante Ken Konda.

Como ser financeiramente livre

Não poupe por ansiedade: Há muita gente que poupa dinheiro porque tem medo do futuro, o que alimenta o medo e ansiedade. Se vai poupar dinheiro, poupe ao mesmo tempo que imagina imensas formas divertidas de o gastar. Mantenha a mente focada em coisas divertidas, positivas e esperançosas.

Vai perder dinheiro antes de atraí-lo: Seja via maus investimentos, via roubo ou por intermédio de negócios que correm mal, um estudo comprova que cerca de quase dez mil milionários perderam antes de acumularem riqueza. Portanto, não desanime perante o primeiro azar e mantenha uma atitude positiva.

As pessoas simpáticas atraem dinheiro: As pessoas que fazem o que adoram têm mais paixão, esforçam-se mais pelos seus clientes e servem mais. Quanto mais gostar dos outros, mais receberá.

Cobre o adequado pelos seus serviços: Geralmente, existe receio em colocar um preço ao trabalho devido ao medo de perder potenciais clientes. Contudo, eles não serão os mesmo. Se fixar um preço baixo, atrairá os que só podem pagar esses valores. Se fixar um preço elevado, perderá os clientes que pagam menos mas atrairá os que estão dispostos a pagar valores mais altos.

Aprenda a ser grato:  Muitas vezes assume-se que maior é melhor. Contudo, as pessoas que apontam desesperadamente para muito dinheiro e grandes riquezas costumam falhar. Se tiver um coração puro e sincero, não só as pessoas o tratarão melhor como começará a sentir que o universo o apoia. 

Qual o seu tipo de personalidade

Ken Honda divide as pessoas em sete categorias. Descubra em qual delas se encaixa.

O Poupador Compulsivo – Amontoador

Este tipo de personalidade adora poupar dinheiro. Acreditam que poupar é a melhor forma de garantir uma sensação de segurança na vida e sentem-se mais vivos quando vêem a conta poupança crescer a uma taxa constante. O poupador compulsivo encara ainda o gozo dos luxos da vida como um inimigo mortal.

O historial da maioria dos Poupadores Compulsivos prende-se com más memórias e medos relativamente a dinheiro na infância. É frequente este tipo de pessoas não ter noção ou não ser capaz de reconhecer o ponto em que estes medos começam a controlar-lhes a vida.

O Gastador Compulsivo – Perdulário

O tipo Gastador Compulsivo adora gastar dinheiro e não compreende quem sente culpa por gastar dinheiro em algo. Aliás, poupar dinheiro é que os faz sentirem-se desconfortáveis. Em casos extremos, as pessoas com este tipo de personalidade podem correr risco de falência se gastarem mais do que ganham. É frequente o Gastador Compulsivo ter pouca autoestima e sentirem-se constantemente como que a sufocar.

Normalmente, este tipo de personalidade foi educada por Poupadores Compulsivo e o modo como gastam dinheiro surge como uma crítica ou uma reação à sensação de sufoco ou tédio que sentiam enquanto cresciam.

O Indiferente ao dinheiro

Este tipo mal se dá conta de que o dinheiro existe. Normalmente, encontra-se entres os professores de qualquer nível de ensino, cargos públicos, médicos, investigadores, artistas e donas de casa. É alguém que vive a sua vida como se o dinheiro não fosse um fator importante.

O tipo indiferente ao dinheiro deixa, muitas vezes, a gestão financeira ao encargo de um companheiro. Estar bem na vida é uma característica comum deste tipo. Quando eram pequenos, tinham conforto financeiro e de uma forma ou de outra não pensarem muito sobre dinheiro.

O Hippie

Pessoas com este tipo de personalidade tendem a achar que o dinheiro é uma coisa má e uma fonte de problemas. Gostavam que o mundo girasse menos à volta de fazer dinheiro e do consumismo. O seu estilo de vida é o menos afetada pelo dinheiro quanto possível.

O Poupador-Esbanjador

Este tipo é uma combinação do poupador e do gastador. Tendem a ser disciplinados e sérios, mas repentinamente sentem-se compelidos a gastar dinheiro. É comum terem um emprego estável e uma aparente segurança financeira, mas rapidamente passam a estar falidos.

Podem ponderar comprar um carro, mesmo não tendo carta de condução.

O apostador

São aventureiras e andam atrás de emoções fortes. Dispostas a correr grandes riscos, só ficam felizes com os ganhos e arrependem-se das perdas. A adrenalina do risco e a promessa de recompensa são um prazer no qual este tipo de personalidade se pode perder.

É um indivíduo dado a lucros inesperados ou perdas devastadoras. Pode inclusive dizer que preferiam morrer do que levar uma vida monótona.

O atormentado

Este tipo de personalidade está sempre preocupado com o dinheiro e com medo que as suas posses possam desaparecer. Têm, geralmente, falta de confiança e pouca autoestima. Mesmo quando estão bem na vida, os Atormentados receiam que algo terrível aconteça e acabe com eles.

LEIA MAIS
Fibromialgia: Aprender a viver com a doença que provoca dor 24 horas por dia

Impala Instagram


RELACIONADOS