Desempregado degola ex-mulher e filho e suicida-se em falésia no Funchal

Um homem desempregado matou a ex-mulher e o filho e de seguida suicidou-se numa falésia na Ajuda, no Funchal, na Madeira.

Desempregado degola ex-mulher e filho e suicida-se em falésia no Funchal

Desempregado degola ex-mulher e filho e suicida-se em falésia no Funchal

Um homem desempregado matou a ex-mulher e o filho e de seguida suicidou-se numa falésia na Ajuda, no Funchal, na Madeira.

Um homem desempregado matou a ex-mulher e o filho e de seguida suicidou-se numa falésia na Ajuda, no Funchal, na Madeira. De acordo com o Jorna de Notícias, o homem não suportava o fim da relação que durava há mais de 10 anos. Desolado, aproveitou o facto de a ex-companheira e do filho de deslocarem ao apartamento para assassiná-los à facada. Depois de os degolar, Gregório da Silva Moniz, de 48 anos, conduziu cerca de 30 quilómetros até as falésias do Caniçal, onde se terá suicidado ao atirar-se para as rochas. De acordo com a publicação, o homem andava deprimido e com ansiedade, desde que a mulher tinha decidido separar-se e ido viver para a casa dos pais levando consigo o filho de ambos.

No passado domingo, a vítima, que era funcionária de um hotel, deslocou-se ao apartamento onde tinha vivido com o homicida, situado num condomínio fechado, para recolher alguns pertences. Foi nesse momento que se terá gerado uma discussão entre o casal que levou Gregório a empunhar uma faca com a qual deu um golpe fatal no pescoço da ex-mulher. Depois disso, em circunstâncias que ainda estão por apurar, matou o filho.

Pais da mulher deram o alerta

Foi no dia de ontem que os pais da mulher se deslocaram ao apartamento porque desde domingo que estavam sem notícias da filha e do neto, que não atendiam as chamadas telefónicas. O casal sabia que a filha e o neto tinham ido à casa do ex-genro e, por isso, decidiram deslocar-se ao local. Decidiram chamar a PSP depois de ninguém ter aberto a porta. Foram as autoridades que encontraram os dois cadáveres.

A Polícia Judiciária foi chama ao local para investigar o caso, lançando desde logo um alerta para localizar Gregório. Pouco depois, as autoridades encontraram o carro do suspeito num miradouro, na zona do Caniçal. O homem ter-se-á suicidado depois de cometer os dois homicídios e abandonado os corpos.  A cerca de 200 metros do miradouro, foi encontrado um corpo que acabou por ser resgatado esta terça-feira. O cadáver pertence ao homicida.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS