Defesa de Ronaldo assume que pagou 340 mil euros pelo silêncio Mayorga

Cristiano Ronaldo é acusado de agressão sexual a Kathryn Mayorga.

Defesa de Ronaldo assume que pagou 340 mil euros pelo silêncio Mayorga

Defesa de Ronaldo assume que pagou 340 mil euros pelo silêncio Mayorga

Cristiano Ronaldo é acusado de agressão sexual a Kathryn Mayorga.

A TMZ divulgou novos documentos que mostram que a equipa de defesa de Cristiano Ronaldo admitiu recentemente que o futebolista pagou 375 mil euros a Kathryn Mayorga para que esta não prosseguisse com a queixa por alegada violação sexual, em 2010.

LEIA DEPOIS
António Costa fala sobre vitória do país na greve dos motoristas

A mesma fonte avança que os advogados de Cristiano Ronaldo confessaram os factos durante o inquérito do processo civil que Mayorga tem contra o jogador. «O senhor Cristiano Ronaldo pagou à queixosa a quantia de 375 mil dólares [cerca de 340 mil euros] e ambas as partes concordaram com a confidencialidade do caso», lê-se no documento.

Ronaldo afirma que pagamento não é uma admissão de culpa

No ano passado, 2018, a revista alemã Der Spiegel divulgou em exclusivo o documento de confidencialidade assinado por Cristiano Ronaldo e por Kathryn Mayorga. As autoridades do Nevada reabriram o caso, mas em julho o Ministério Público anunciou que não existiam provas suficientes para que este prosseguisse os trâmites legais. Contudo, nesse mesmo documento o jogador da Juventus afirma que os 375 mil dólares não são uma admissão de culpa mas apenas e só um acordo para manter o caso longe das luzes mediáticas.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para segunda-feira, 19 de agosto

Impala Instagram


RELACIONADOS