Debandada em peregrinação xiita do Ashura causa 31 mortos no Iraque

Pelo menos 31 pessoas morreram e 100 ficaram feridas hoje numa debandada durante a peregrinação xiita do Ashura na cidade santa de Karbala, a sul de Bagdad, indicou o Ministério da Saúde iraquiano.

Debandada em peregrinação xiita do Ashura causa 31 mortos no Iraque

Debandada em peregrinação xiita do Ashura causa 31 mortos no Iraque

Pelo menos 31 pessoas morreram e 100 ficaram feridas hoje numa debandada durante a peregrinação xiita do Ashura na cidade santa de Karbala, a sul de Bagdad, indicou o Ministério da Saúde iraquiano.

A debandada causou igualmente 100 feridos, dez em estado grave, segundo este balanço, números que poderão aumentar, precisou o ministério num comunicado.

Todos os anos centenas de milhares de xiitas vindos do mundo inteiro assinalam o martírio do neto do profeta Maomé, o imã Hussein, em Karbala, sendo esta a primeira vez que a ocasião é enlutada por uma debandada no Iraque.

Desde o início do mês muçulmano do Moarrão, o primeiro do calendário islâmico, há 10 dias, os muçulmanos xiitas entraram num período de luto.

Em Bagdad, ou em Bassorá e Najaf no sul, realizam-se procissões que atingem a sua maior intensidade no 10.º dia do Moarrão, o do Ashura, com homens a fustigarem-se e a golpearem o crânio para assinalar o martírio do imã Hussein, assassinado em 680 pelas tropas do califa omíada Yazid durante a batalha de Karbala.

Após o desfile, o Ashura termina com uma corrida ritual em direção ao mausoléu de Hussein, altura em que ocorreu a debandada.

PAL // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS