Morreu a criança obrigada a beber água a ferver em exorcismo

Criança de seis anos perdeu a vida após ter sido torturado pelo pai adotivo. Suspeito justificou o crime dizendo que queria «tirar o demónio» de dentro do filho.

Morreu a criança obrigada a beber água a ferver em exorcismo

Morreu a criança obrigada a beber água a ferver em exorcismo

Criança de seis anos perdeu a vida após ter sido torturado pelo pai adotivo. Suspeito justificou o crime dizendo que queria «tirar o demónio» de dentro do filho.

Pablo Martínez foi detido pela Polícia do Arizona, nos Estados Unidos da América, por ter provocado a morte ao filho adotivo de apenas seis anos. O homem obrigou o menino a beber água a ferver. Quando a Polícia chegou à residência da família, localizada na reserva Pascua Yaqui, o suspeito disse que o filho «tinha um demónio dentro dele». Decidiu praticar exorcismo porque a criança «sofria de uma ira antinatural».

LEIA DEPOIS
Pais da bebé Matilde já ajudaram 21 crianças

Mãe do menino garantiu não ter tido qualquer participação no exorcismo

Segundo a Imprensa local, a mãe do menor encontrava-se em casa, numa outra divisão, quando ouviu barulho e foi verificar o que se passava. Foi ela quem encontrou o filho em sofrimento e chamou as autoridades policiais e uma ambulância. Romelia Martínez ainda tentou socorrer o filho até à chegada da equipa de emergência. O menor foi encaminhado para um hospital próximo, mas foi declarado morto pouco depois de ter dado entrada nas urgências. A criança tinha 15 por cento do corpo queimado. Romelia Martínez garantiu à Polícia não ter tido qualquer participação no crime. Contudo, as autoridades policiais ainda não terminaram as investigações.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para esta terça-feira, 8 de outubro
Juiz federal dos EUA obriga Donald Trump a entregar declarações fiscais

Impala Instagram


RELACIONADOS