Covid-19: Reino Unido regista 442 mortos e ultrapassa 18 milhões de vacinados

O Reino Unido registou 442 mortes atribuídas a covid-19 e 9.938 novos casos da doença nas últimas 24 horas, tendo ultrapassado os 18 milhões de pessoas vacinadas, de acordo com dados publicados hoje pelo Governo britânico.

Covid-19: Reino Unido regista 442 mortos e ultrapassa 18 milhões de vacinados

Covid-19: Reino Unido regista 442 mortos e ultrapassa 18 milhões de vacinados

O Reino Unido registou 442 mortes atribuídas a covid-19 e 9.938 novos casos da doença nas últimas 24 horas, tendo ultrapassado os 18 milhões de pessoas vacinadas, de acordo com dados publicados hoje pelo Governo britânico.

O Reino Unido registou 442 mortes atribuídas a covid-19 e 9.938 novos casos da doença nas últimas 24 horas, tendo ultrapassado os 18 milhões de pessoas vacinadas, de acordo com dados publicados hoje pelo Governo britânico.

Na terça-feira tinham sido notificadas 548 mortes e 8.489 casos, mas a média dos últimos sete dias é de 402 mortes e 10.485 infeções.

No total, morreram no Reino Unido 121.747 pessoas entre 4.144.577 casos de contágio confirmados desde o início da pandemia covid-19.

Entre 18 e 24 de fevereiro houve uma redução de 31% de mortes devido a covid-19 e de 14,7% no número de pessoas com um resultado de teste positivo confirmado em relação aos sete dias anteriores.

Na segunda-feira, data dos dados mais recentes disponíveis, estavam hospitalizadas 16.803 pessoas, menos 20% do que há uma semana.

Até agora, 18.242.873 pessoas receberam a primeira dose de uma vacina contra o novo coronavírus, das quais 669.105 receberam a segunda dose, a qual é administrada com um intervalo de até 12 semanas.

Hoje, as autoridades de Saúde decidiram incluir na lista de prioridades todas as pessoas com incapacidades cognitivas ou de aprendizagem, bem como adultos com problemas como paralisia cerebral, o que representa no total mais 150 mil pessoas.

Na lista já constavam adultos com um grau alto de dificuldades de aprendizagem por correrem um risco agravado de morte ou de desenvolver complicações da doença.

A recomendação partiu da Comissão Conjunta de Vacinação e Imunização com o “objetivo de prevenir o maior número de mortes possível”, disse o presidente do organismo britânico, Wei Shen Lim.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.486.116 mortos no mundo, resultantes de mais de 112 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.136 pessoas dos 800.586 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS