Covid-19: Quatro detidos por venda de testes negativos falsos na província de Maputo

Quatro pessoas foram detidas por suspeita de venda de falsos testes negativos para a covid-19 na província de Maputo, sul de Moçambique, anunciou o Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic).

Covid-19: Quatro detidos por venda de testes negativos falsos na província de Maputo

Covid-19: Quatro detidos por venda de testes negativos falsos na província de Maputo

Quatro pessoas foram detidas por suspeita de venda de falsos testes negativos para a covid-19 na província de Maputo, sul de Moçambique, anunciou o Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic).

O porta-voz do Sernic, Hilário Lole, citado hoje pela Agência de Informação de Moçambique (AIM), avançou que os quatro suspeitos foram detidos no posto administrativo de Ressano Garcia, na fronteira com a África do Sul.

Os suspeitos vendiam cada teste por três mil meticais (40,6 euros) e vão responder pelos crimes de falsificação de documentos, corrupção passiva e associação para delinquir.

No âmbito do combate à pandemia de covid-19, as autoridades sul-africanas apenas permitem a entrada no seu país de cidadãos estrangeiros com teste negativo para o novo coronavírus, acontecendo o mesmo do lado de Moçambique.

Em dezembro, milhares de moçambicanos ficaram retidos na fronteira de Ressano Garcia por terem sido apanhados de surpresa com a exigência de teste à covid-19 pelos serviços fronteiriços sul-africanos.

Moçambique tem um acumulado de 794 mortes e 68.927 casos de covid-19, 87% dos quais recuperados, segundo a mais recente atualização de dados do Ministério da Saúde.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.974.651 mortos no mundo, resultantes de mais de 138,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

PMA // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS