Covid-19: Quase 71 mil pessoas vacinadas na terça-feira contra a gripe e coronavírus

Quase 71 mil pessoas foram vacinadas na terça-feira contra a gripe e a covid-19, mais de 51 mil das quais com a dose de reforço da imunidade contra o coronavírus, anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

Covid-19: Quase 71 mil pessoas vacinadas na terça-feira contra a gripe e coronavírus

Covid-19: Quase 71 mil pessoas vacinadas na terça-feira contra a gripe e coronavírus

Quase 71 mil pessoas foram vacinadas na terça-feira contra a gripe e a covid-19, mais de 51 mil das quais com a dose de reforço da imunidade contra o coronavírus, anunciou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

“Relativamente ao dia anterior, foram registadas um total de 70.823 inoculações de vacinas contra a covid-19 (esquema primário completo e reforço) e contra a gripe”, refere o relatório diário da DGS.

De acordo com os dados da autoridade de saúde, estão agora com a vacinação primária completa contra a covid-19 um total de 8.631.832 pessoas, enquanto 2.156.094 já receberam a dose de reforço.

Do total de pessoas que tomaram o reforço vacinal, 755.274 são idosos entre os 70 e os 79 anos, 559.114 têm mais de 80 anos e 398.466 integram o grupo etário dos 65 aos 69 anos.

A DGS adianta ainda que 2.254.116 pessoas estão vacinadas contra a gripe, 15.469 da quais na terça-feira.

A modalidade de “casa aberta” passou hoje a estar disponível para a vacinação contra a covid-19 ou contra a gripe de utentes com idade igual ou superior a 65 anos.

A covid-19 provocou pelo menos 5.320.431 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Em Portugal, desde março de 2020, morreram 18.698 pessoas e foram contabilizados 1.205.993 casos de infeção, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em vários países.

Uma nova variante, a Ómicron, classificada como “preocupante” pela Organização Mundial da Saúde (OMS), foi detetada na África Austral, mas desde que as autoridades sanitárias sul-africanas deram o alerta, a 24 de novembro, foram notificadas infeções em pelo menos 57 países de todos os continentes, incluindo Portugal.

PC // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS