Covid-19: Pandemia mata 6.595 nas últimas 24 horas e eleva total para 2,47 milhões

A pandemia de covid-19 provocou, nas últimas 24 horas, 6.595 mortes em todo o mundo, aumentando o número de vítimas mortais para 2.474.437 pessoas desde que foi detetada na China, em 2019.

Covid-19: Pandemia mata 6.595 nas últimas 24 horas e eleva total para 2,47 milhões

Covid-19: Pandemia mata 6.595 nas últimas 24 horas e eleva total para 2,47 milhões

A pandemia de covid-19 provocou, nas últimas 24 horas, 6.595 mortes em todo o mundo, aumentando o número de vítimas mortais para 2.474.437 pessoas desde que foi detetada na China, em 2019.

Segundo dados hoje divulgados pela agência francesa de notícias AFP, no último dia foram contabilizados 284.765 novos infetados, elevando o total de pessoas contagiadas desde o início da pandemia para pelo menos 111.641.390.

Deste total de casos, pelo menos 68.552.400 já foram considerados curados, refere a AFP.

Os números são baseados em relatórios diários das autoridades sanitárias de cada país até as 11:00 de cada dia e não incluem revisões realizadas ‘a posteriori’ por organismos de estatísticas, como acontece na Rússia, Espanha e Reino Unido.

Desde segunda-feira, os países que registaram mais novos casos de mortes foram os Estados Unidos, com mais 1.297 vítimas mortais, o Brasil (com mais 639 mortes), e a Espanha (mais 535).

Os Estados Unidos são até hoje o país mais afetado em termos de mortes e de casos, com um total de 500.313 mortes para 28.190.622 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 247.143 mortes e 10.195.160 casos, o México, com 180.536 mortes e 2.043.632 casos, a Índia, com 156.463 mortes e 11.016.434 casos, e o Reino Unido, com 120.757 mortos e 4.126.150 casos.

Entre os países mais atingidos, a Bélgica é o que regista o maior número de mortes em relação à sua população, com 189 mortes por cada 100.000 habitantes, seguida pelas Eslovénia e República Checa (ambas com 182), o Reino Unido (178) e a Itália (159).

A Europa contabilizava hoje, até às 11:00 TMG (mesma hora em Lisboa) 833.084 mortes e 36.667.016 casos, enquanto a América Latina e as Caraíbas registavam 661.324 mortes (20.800.396 casos).

Os Estados Unidos e o Canadá somam 522.012 mortes (29.038.265 casos), a Ásia 252.667 mortes (15.949.216 casos) e o Médio Oriente 102.728 mortes (5.315.547 casos).

O continente africano contabiliza 101.675 mortes (3.838.878 casos) enquanto a Oceânia refere contar 947 mortes (32.072 casos).

Desde o início da pandemia, o número de testes realizados aumentou drasticamente e as técnicas de despistagem e rastreamento melhoraram, levando a um aumento do número de infetados declarados.

O número de casos diagnosticados, entretanto, reflete apenas uma fração do total real, já que uma grande parte dos casos menos graves ou assintomáticos não é registada.

Na segunda-feira, Portugal contabilizou 61 mortes e 549 novos casos de infeção nas 24 horas anteriores, o número mais baixo desde 06 de outubro, segundo a Direção-Geral da Saúde.

Desde março de 2020, Portugal já registou 16.023 mortes associadas à covid-19 e 798.074 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

PMC // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS