Covid-19: Pandemia já matou quase 1,54 milhões de pessoas em todo o mundo

A pandemia de covid-19 já provocou a morte de pelo menos 1.535.987 pessoas em todo o mundo e 67.009.760 casos de infeção desde que foi detetado o primeiro caso, segundo um balanço da AFP.

Covid-19: Pandemia já matou quase 1,54 milhões de pessoas em todo o mundo

Covid-19: Pandemia já matou quase 1,54 milhões de pessoas em todo o mundo

A pandemia de covid-19 já provocou a morte de pelo menos 1.535.987 pessoas em todo o mundo e 67.009.760 casos de infeção desde que foi detetado o primeiro caso, segundo um balanço da AFP.

Paris, 07 dez 2020 (Lusa) — A pandemia de covid-19 já provocou a morte de pelo menos 1.535.987 pessoas em todo o mundo desde que foi detetado o primeiro caso na China, no final de 2019, segundo um balanço da AFP, hoje divulgado.

Segundo a contabilização feita pela agência de notícias francesa até às 11:00 de hoje, mais de 67.009.760 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados desde o início da pandemia, dos quais pelo menos 42.678.900 já foram considerados curados.

O número de casos diagnosticados só reflete, no entanto, uma fração do número real de infeções, já que alguns países testam apenas os casos graves e muitos países pobres têm capacidades limitadas para fazer testes.

No domingo, foram registadas 7.444 mortes e 547.488 novos casos em todo o mundo, a maior parte dos quais nos Estados Unidos, com 1.110 novas mortes, em Itália (564) e na Rússia (456).

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 282.324 mortes em 14.761.577 casos, de acordo com a contagem da Universidade Johns Hopkins. Pelo menos 5.624.444 pessoas foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 176.941 mortes e 6.603.540 casos, a Índia, com 140.573 mortes (9.677.203 casos), o México, com 109.717 mortes (1.175.850 casos) e o Reino Unido, com 61.245 mortos (1.723.242 casos).

Entre os países mais atingidos, a Bélgica é o que conta maior número de mortes em relação à sua população, com 149 vítimas mortais por cada 100.000 habitantes, seguida do Peru (110), da Itália (99) e de Espanha (99).

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) contabiliza oficialmente um total de 86.634 casos (15 novos entre domingo e hoje), incluindo 4.634 mortes e 81.719 recuperações.

A América Latina e as Caraíbas somam até hoje um total de 458.949 mortes para 13.505.945 casos, a Europa 445.425 mortes (19.772.933 casos), os Estados Unidos e o Canadá 294.966 mortes (15.174.499 casos).

Na Ásia a contabilização da AFP aponta para 200.226 mortes em 12.760.782 casos, no Médio Oriente 81.607 mortes em 3.500.349 casos e na África 53.872 mortes em 2.264.826 casos.

A Oceânia conta 942 mortes em 30.427 casos.

A avaliação foi realizada com base em dados recolhidos pela AFP junto das autoridades nacionais competentes e com informações da Organização Mundial de Saúde.

PMC // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS