Covid-19: Mortes ultrapassam barreira de 650 mil em todo o mundo

A pandemia de covid-19 já matou mais de 650 mil pessoas e infetou 16,3 milhões em todo o mundo, quase um terço delas na Europa, desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP.

Covid-19: Mortes ultrapassam barreira de 650 mil em todo o mundo

Covid-19: Mortes ultrapassam barreira de 650 mil em todo o mundo

A pandemia de covid-19 já matou mais de 650 mil pessoas e infetou 16,3 milhões em todo o mundo, quase um terço delas na Europa, desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP.

Redação, 27 jul 2020 (Lusa) — A pandemia de covid-19 já matou mais de 650 mil pessoas e infetou 16,3 milhões em todo o mundo, quase um terço delas na Europa, desde dezembro, segundo um balanço da agência AFP, às 16:00 TMG de hoje, baseado em dados oficiais.

Segundo dados recolhidos pela agência noticiosa francesa, até às 16:00 TMG (17:00 de Lisboa) de hoje, foram registadas 650.011 mortes, totalizando 16.323.558 casos (9.190.345 pessoas são consideradas curadas).

O número de óbitos duplicou em pouco mais de dois meses e mais de 100.000 novas mortes ocorreram desde 09 de julho.

A Europa continua a ser o continente mais afetado em termos de número de óbitos (208.138), mas a pandemia ainda está a progredir rapidamente na América Latina e nas Caraíbas, onde foram registadas 184.307 mortes.

Os Estados Unidos são o país com o maior número de óbitos (146.968 mortes) à frente do Brasil (87.004), Reino Unido (45.752), México (43.680) e Itália (35.112).

Em Portugal, morreram até hoje 1.719 pessoas das 50.299 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

ARA // HB

Lusa/Fim

 

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS