Covid-19: Estádio de Leiria recebe Área Dedicada às Doenças Respiratórias

O Estádio Municipal de Leiria tem a funcionar desde segunda-feira uma Área Dedicada às Doenças Respiratórias para utentes do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Pinhal Litoral, divulgou o Centro Hospitalar de Leiria.

Covid-19: Estádio de Leiria recebe Área Dedicada às Doenças Respiratórias

Covid-19: Estádio de Leiria recebe Área Dedicada às Doenças Respiratórias

O Estádio Municipal de Leiria tem a funcionar desde segunda-feira uma Área Dedicada às Doenças Respiratórias para utentes do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Pinhal Litoral, divulgou o Centro Hospitalar de Leiria.

Segundo uma nota de imprensa conjunta do Centro Hospitalar de Leiria (CHL), ACeS Pinhal Litoral e Município de Leiria, foi criada uma Rede de Áreas Dedicadas às Doenças Respiratórias (ADR), incluindo covid-19, nos centros de saúde, que disponibilizam horários de atendimento específico, com marcação presencial, telefónica ou por e-mail.

A complementar a rede, a Câmara de Leiria tem a funcionar no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa uma área de atendimento a doentes respiratórios na comunidade, para receber todos os utentes do ACeS Pinhal Litoral referenciados pela Linha SNS 24, pelo centro de saúde onde estão inscritos ou pelo CHL, entre as 14:00 e as 20:00, de segunda-feira a domingo.

Esta medida já tinha sido anunciada pelo secretário de Estado Adjunto e da Saúde, António Lacerda Sales, na Batalha.

“Agora, essas áreas dedicadas serão adequadas e adaptadas àquilo que é uma época diferente, onde pode coexistir a doença covid com a não covid respiratória, e até em situação de coinfeção”, afirmou à Lusa o secretário de Estado, no dia 24 de setembro.

Estas medidas integram o Plano Regional de Saúde Sazonal Outono-Inverno 2020-2021, da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC), que está “empenhada em assegurar a resposta nos cuidados de saúde primários aos utentes neste período de pandemia, que gera uma grande afluência às urgências hospitalares”.

O CHL e o ACeS Pinhal Litoral reforçam o apelo para que, em caso de suspeita de doença, seja por sintomas respiratórios e febre ou outros, o primeiro contacto deverá ser para a Linha SNS 24 (808 24 24 24), ou linha telefónica do centro de saúde, disponíveis para esclarecer as dúvidas dos utentes, e encaminhá-los se necessário, aos cuidados primários ou hospitalares.

Segundo os critérios indicados pelo ACeS Pinhal Litoral, dispensam uma avaliação diagnóstica presencial os doentes com idade inferior a 60 anos, com sintomas ligeiros como febre por período inferior a três dias, com boa resposta aos antipiréticos, e/ou tosse, ausência de sintomas ou sinais de dificuldade respiratória, expetoração com sangue, vómitos ou diarreia persistentes, ou qualquer outro sintoma de gravidade clínica.

Estes doentes, se também não tiverem doenças crónicas descompensadas ou condições associadas a risco de evolução para covid-19, devem permanecer no domicílio e aguardar o contacto do seu centro de saúde.

O CHL e o ACeS Pinhal Litoral reforçam o apelo para que as urgências sejam o último recurso e apenas usadas em situações graves.

“Se forem usadas corretamente, os serviços terão mais capacidade de resposta e melhores cuidados”, constatam.

O ACeS Pinhal Litoral agrega os municípios da Batalha, Leiria, Marinha Grande, Pombal e Porto de Mós.

Portugal contabiliza pelo menos 2.229 mortos associados à covid-19 em 106.271 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

EYC // JEF

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS