Covid-19: CISP recebeu 219 denúncias de violação de quarentena domiciliar em Angola

O Centro Integrado de Segurança Pública angolano (CISP) recebeu 444 chamadas relativas à covid-19 nas últimas 24 horas, das quais 36 para alertar para casos suspeitos e 219 denúncias de violações de quarentena domiciliar.

Covid-19: CISP recebeu 219 denúncias de violação de quarentena domiciliar em Angola

Covid-19: CISP recebeu 219 denúncias de violação de quarentena domiciliar em Angola

O Centro Integrado de Segurança Pública angolano (CISP) recebeu 444 chamadas relativas à covid-19 nas últimas 24 horas, das quais 36 para alertar para casos suspeitos e 219 denúncias de violações de quarentena domiciliar.

A informação foi avançada hoje numa conferência de imprensa, em Luanda, pelo secretário de Estado da Saúde, Franco Mufinda.

Segundo o responsável, dos casos suspeitos reportados, 31 foram descartados, cinco foram investigados e apenas três destes foram validados.

Foram ainda monitorizadas 53 pessoas em quarentena domiciliar.

Angola regista atualmente sete casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, dos quais quatro doentes que continuam estáveis, um recuperado e dois óbitos.

O secretário de Estado adiantou que foi feito o rastreio de 90 amostras no centro de quarentena de Calumbo e “todas foram negativas”, pelo que vai ser programada a saída dessas pessoas.

Em Angola, encontram-se em quarentena 1802 pessoas, das quais 788 a cumprirem quarentena domiciliar e 1014 institucional.

Em Luanda, existem 1010 pessoas em quarentena.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 803 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 40 mil morreram.

Dos casos de infeção, pelo menos 165 mil são considerados curados.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O número de mortes em África subiu para 173 nas últimas horas, com os casos confirmados a ultrapassarem os 5.000 em 48 países, de acordo com as mais recentes estatísticas sobre a doença no continente.

 

RCR // AMG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS