Covid-19: Angola com apoio de 41,2 ME do Banco Europeu de Investimento para vacinas

O Presidente angolano disse hoje que Angola vai contar com o apoio de 50 milhões de dólares (41,2 milhões de euros) do Banco Europeu de Investimentos para a aquisição de vacinas contra a covid-19.

Covid-19: Angola com apoio de 41,2 ME do Banco Europeu de Investimento para vacinas

Covid-19: Angola com apoio de 41,2 ME do Banco Europeu de Investimento para vacinas

O Presidente angolano disse hoje que Angola vai contar com o apoio de 50 milhões de dólares (41,2 milhões de euros) do Banco Europeu de Investimentos para a aquisição de vacinas contra a covid-19.

João Lourenço fez o anúncio durante o almoço que manteve com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e sua delegação, depois da audiência de cerca de uma hora que concedeu ao responsável europeu.

O chefe de Estado angolano disse que o país fez grandes investimentos em infraestruturas físicas e seu apetrechamento no quadro das medidas de combate à pandemia de covid-19, que inclui igualmente esforços para a aquisição de vacinas na luta contra a doença.

Segundo João Lourenço, o plano de vacinação nacional foi iniciado com recurso às cerca de 630 mil doses doadas pela iniciativa Covax, que se comprometeu apoiar esta doação até atingir as 13.224.240 doses de vacinas de diversas marcas.

“Esperamos ainda beneficiar de 50 milhões de dólares do Banco Europeu de Investimentos para aquisição de vacinas”, informou João Lourenço, salientando que o país adquiriu com recursos próprios 6.000.000 de vacinas da Rússia, a Sputnik V, que conta receber, a primeira metade, já em maio.

Angola registou até à data 26.178 casos positivos, sendo 70% em Luanda, capital de Angola, dos quais resultaram 591 mortos.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.168.333 mortos no mundo, resultantes de mais de 150,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

NME // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS