Covid-19: África regista mais 320 mortes e 18.143 novos casos nas últimas 24 horas

África registou mais 320 mortes devido ao SARS-CoV-2 e somou mais 18.143 novos casos nas últimas 24h, atingindo um total 55.989 óbitos desde o início da pandemia, segundo dados oficiais.

Covid-19: África regista mais 320 mortes e 18.143 novos casos nas últimas 24 horas

Covid-19: África regista mais 320 mortes e 18.143 novos casos nas últimas 24 horas

África registou mais 320 mortes devido ao SARS-CoV-2 e somou mais 18.143 novos casos nas últimas 24h, atingindo um total 55.989 óbitos desde o início da pandemia, segundo dados oficiais.

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o continente africano conta agora com 2.004.985 recuperados e um total de 2.361.271 pessoas infetadas desde o início da pandemia nos 55 membros da União Africana.

O maior número de casos de infeção e de mortos verifica-se na África Austral, com 957.601 casos e 24.839 óbitos. Nesta região, a África do Sul, o país mais afetado do continente, contabiliza um total de infeções confirmadas de 852.965 e 23.106 mortes.

O Norte de África é a segunda zona mais afetada pela pandemia, com 821.405 casos de infeção e 21.409 vítimas mortais.

A África Oriental contabiliza 296.216 casos e 5.550 mortos, na África Ocidental o número de infeções é de 217.576, com 2.968 mortos, enquanto a África Central regista 68.473 casos e 1.223 óbitos, os mesmos registados no sábado.

O Egito, que é o segundo país africano com mais vítimas mortais, a seguir à África do Sul, regista 6.898 mortos e 121.089 infetados, seguindo-se Marrocos, que contabiliza 6.589 vítimas mortais, mas mais do que o triplo de casos de infeção do país anterior: 397.597.

Entre os seis países mais afetados estão também a Tunísia, com 3.836 mortos e 110.393 infetados, a Argélia, com 2.584 óbitos e 91.638 casos, a Etiópia, com 1.803 vítimas mortais e 116.297 casos, e o Quénia, com 1.586 óbitos e 91.526 infetados.

Em relação aos países de língua oficial portuguesa, Angola regista 366 óbitos e 16.161 casos, seguindo-se Moçambique (140 mortos e 16.812 casos), Cabo Verde (110 mortos e 11.302 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.185 casos), Guiné-Bissau (44 mortos e 2.444 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 1.009 casos).

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo maior número de mortos (mais de 6,8 milhões de casos e 181.123 óbitos), depois dos Estados Unidos.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.595.276 mortos resultantes de mais de 71 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

EYC // JLG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS