Conselheiro do presidente turco condena violência em Paris e responsabiliza PKK

Um conselheiro especial do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou hoje a violência em Paris depois do assassínio de três curdos, culpando o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

Conselheiro do presidente turco condena violência em Paris e responsabiliza PKK

Conselheiro do presidente turco condena violência em Paris e responsabiliza PKK

Um conselheiro especial do Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, condenou hoje a violência em Paris depois do assassínio de três curdos, culpando o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK).

“Este é o PKK em França”, disse Ibrahim Kalin, colocando fotografias de carros queimados na rede social Twitter. “A mesma organização terrorista que vocês apoiam na Síria”, acrescentou o conselheiro.

“O mesmo PKK que matou milhares de turcos, curdos e forças de segurança nos últimos 40 anos. Agora estão a queimar as ruas de Paris. Vão continuar em silêncio”, adiantou.

Um dia depois do assassínio de três curdos na sexta-feira em Paris, manifestações em homenagem às vítimas foram manchadas pela violência. O reformado francês alegadamente responsável pelos assassínios alegou ter agido por racismo.

Durante as manifestações, foram entoados ‘slogans’ tais como “Viva a resistência do povo curdo”.

O PKK é considerada uma organização terrorista por Ancara e pela União Europeia (UE).

MC // JMR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS