Cigarro eletrónico explode e provoca queimaduras de 3º grau [vídeo]

Um homem ficou gravemente ferido após a explosão de um cigarro eletrónico. O objeto estava guardado no bolso lateral das calças.

Cigarro eletrónico explode e provoca queimaduras de 3º grau [vídeo]

Um homem ficou gravemente ferido após a explosão de um cigarro eletrónico. O objeto estava guardado no bolso lateral das calças.

Nader Harb, natural de Cleveland, Ohio, nos Estados Unido da América, estava a trabalhar quando as suas calças se incendiaram, na sequência da explosão de um cigarro eletrónico que tinha no bolso. Os colegas auxiliaram-no de imediato, mas não conseguiram evitar que Nader sofresse queimaduras de terceiro grau na perna. A queimadura, do tamanho de uma bola de voleibol, foi de tal forma grave que o homem teve de ser submetido a várias cirurgias de reconstrução. «Nunca na vida senti uma dor tão grande. Parecia que tinha sido atropelado por um camião», testemunha Nader.

LEIA DEPOIS
Fez mais de 300 cirurgias porque a mãe lhe disse que era feia

Cigarro eletrónico provocou já 10 acidentes este ano

«O mais estranho é que tinha comprado a marca de cigarros supostamente mais segura do mercado. Depois do acidente, não recebi qualquer pedido de desculpa ou ajuda da empresa responsável pela comercialização», reclama. «Atiraram a culpa para o fornecedor de baterias, que também não assume responsabilidade», conta a vítima da explosão do cigarro eletrónico. Trata-se do «décimo caso de acidentes graves com cigarros eletrónicos este ano», avança o Dayli Mail. Nader Harb apresentou queixa e está a aguardar que o caso seja levado a tribunal. Exige o pagamento dos tratamentos médicos e indemnização de 100 mil euros, valor que diz ter perdido por não poder trabalhar durante mais de um ano.

LEIA MAIS
Acorda do coma e descobre que tem um bebé de seis meses
Comprimido que promete devolver a virgindade à venda por 129 euros em site chinês

Impala Instagram


RELACIONADOS