Ciclistas vão passar a ser remunerados

Ciclistas vão passar a ser remunerados

A cidade Bari, em Itália, vai começar a oferecer compensações financeiras aos que optarem pela bicicleta em vez do carro. Remunerações poderão ir até aos 75 euros.

Bari é a primeira cidade italiana a adotar o método francês: oferecer compensações financeiras mensais a todas as pessoas que trocarem o carro pela bicicleta.

LEIA MAIS: Desenvolvimento das crianças é influenciado pelo estrato social familiar

Segundo o La Reppublica, a câmara municipal criou o Projeto Experimental de Mobilidade Sustentável, financiado pelo Ministério do Ambiente. Assim, todos os ciclistas irão receber todos os meses 25 euros.

Bari pretende duplicar o número de ciclistas

«Quem pedalar não ganha apenas saúde», afirma o presidente da cidade, Antonio Decaro. Este é uma iniciativa temporária, que durará quatro meses. O objetivo é duplicar o número de ciclistas em Bari.

Mas as compensações não ficam por aqui. Cada ciclista terá direito a um kit com GPS antifraude que irá controlar o número de quilómetros percorridos. Todos os meses haverá uma competição que premiará os dez ciclistas que mais tiverem pedalado, com um bónus de 50 euros. Assim, poderão lucrar até 75 euros.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para sábado, 5 de janeiro de 2019

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS