Chá verde é chave para evitar cancro, afirma estudo

A epigalocatequina galato, substância presente no chá verde, tem a capacidade para ativar o gene p53, responsável por “bloquear” o desenvolvimento de tumores.

Chá verde é chave para evitar cancro, afirma estudo

Chá verde é chave para evitar cancro, afirma estudo

A epigalocatequina galato, substância presente no chá verde, tem a capacidade para ativar o gene p53, responsável por “bloquear” o desenvolvimento de tumores.

A epigalocatequina galato (ECGC), substância antioxidante presente no chá verde pode ser a chave para evitar o cancro, avança o mais recente estudo publicado na revista científica Nature Communications.

Conhecido como o “Guardião do Genoma“, o gene p53 tem a capacidade de, simultaneamente, reparar estragos no ADN e também de bloquear células malignas.

A pesquisa desenvolvida por investigadores do Instituto Politécnico Rensselaer, em Nova Iorque, revela que o antioxidante encontrado na tradicional bebida chinesa pode aumentar os níveis deste gene e melhorar a sua eficácia.

Mutações no gene p53 são observáveis em mais de 50% dos cancros no ser humano”, explica o professor Chunyu Wang, autor da publicação. Acrescenta mesmo que esta é “indiscutivelmente a proteína mais importante do cancro humano”.

Outros benefícios da EGCG

Graças às suas propriedades terapêuticas, a EGCG está também presente em suplementos alimentares e também de dermocosmética. Para além de atuar como inibidor nos tumores, é eficaz na prevenção e tratamento de obesidade e de doenças associadas, tais como a diabetes.

Curt Breneman, reitor da Universidade de Ciência de Rensselaer, mostrou-se entusiasmado com o potencial médico que a descoberta traz.

 

 

“Compreender os mecanismos a nível molecular que controlam as principais interações bioquímicas ligadas a doenças como o cancro ou o Alzheimer, o estudo de Chunyu prepara as bases para novos e bem-sucedidos tratamentos“, disse.

LEIA AINDA
Vacina contra cancro da mama apresenta 100% de eficácia
Vacina contra cancro da mama apresenta 100% de eficácia
No estudo publicado na Nature Communications, vacina contra o cancro da mama apresentou eficácia de 100%. Imunizante é baseado em biomaterial e combina quimioterapia e imunoterapia para tratar tumores agressivos. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS