Cerca de 13 mil refugiados sírios regressaram da Jordânia desde outubro

Cerca de 13 mil refugiados sírios regressaram da Jordânia desde outubro

Cerca de 13 mil refugiados que estavam na Jordânia regressaram à Síria desde meados de outubro, quando foi reaberta a passagem fronteiriça entre os dois países, disse hoje o chefe da diplomacia jordana, Ayman Safadi.

Em conferência de imprensa, o ministro disse que o governo jordano só apoia “o regresso voluntário” dos refugiados, apesar da “pressão” que representam para a economia do país.

“A pressão é crescente e a questão dos refugiados sírios mantém-se, já que o número de refugiados que regressaram desde que abrimos a fronteira há alguns meses não excede 13 mil”, disse Safadi, que falava numa conferência de imprensa conjunta com a sua homóloga indonésia, Retno Marsudi.

Safadi afirmou que a comunidade internacional deve continuar a assumir “a sua responsabilidade” em relação aos refugiados sírios e à Jordânia, um país com 9,7 milhões de habitantes e que acolhe 671.500 sírios, segundo dados do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR).

No passado dia 15 de outubro, a Jordânia e a Síria abriram a principal passagem fronteiriça entre os dois países, que liga a localidade jordana de Jaber e a síria de Nasib e que permaneceu encerrada três anos, desde que grupos rebeldes assumiram o controlo da província síria de Deraa.

Apesar dos dados apresentados pelo ministro jordano, as estatísticas do ACNUR não registaram uma variação significativa do número de refugiados sírios na Jordânia desde a abertura do referido ponto fronteiriço.

Em 2018, regressaram à Síria cerca de 50 mil refugiados no estrangeiro, quando no ano anterior tinham regressado 60 mil, um número pequeno em comparação com o total de refugiados.

Cerca de 5,68 milhões de sírios estão refugiados no estrangeiro, na maioria concentrados em países vizinhos, na Turquia (64,1%), no Líbano (16,7%) e na Jordânia (11,8%), de acordo com dados do ACNUR de finais de fevereiro.

O conflito na Síria já fez mais de 360 mil mortos desde 2011.

EO // CSJ

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Cerca de 13 mil refugiados sírios regressaram da Jordânia desde outubro

Cerca de 13 mil refugiados que estavam na Jordânia regressaram à Síria desde meados de outubro, quando foi reaberta a passagem fronteiriça entre os dois países, disse hoje o chefe da diplomacia jordana, Ayman Safadi.