Casal de acólitos abusa sexualmente de menor na igreja após missa

Na altura, os suspeitos tinham cerca de 20 anos de idade.

Casal de acólitos abusa sexualmente de menor na igreja após missa

Casal de acólitos abusa sexualmente de menor na igreja após missa

Na altura, os suspeitos tinham cerca de 20 anos de idade.

Os abusos sexuais tiveram lugar na igreja na manhã de 25 de dezembro de 2014, após a missa de Natal. Um casal de acólitos, de Oliveira de Azeméis, decidiu manter relações sexuais na sala de arrumos da igreja. De acordo com o Jornal de Notícias, no fim o casal decidiu chamar um outro acólito que na altura tinha apenas 13 anos.

Segundo a mesma publicação, o arguido incentivou o rapaz a manter diversos contactos sexuais com a sua namorada. Os abusos repetiram-se ao longo de três anos em diversos locais.

O jovem era sempre obrigado a manter contactos sexuais com a jovem enquanto o namorado assistia. O menor recusou sempre consumar as relações sexuais sendo depois o arguido que o fazia.

Na altura, os suspeitos tinham cerca de 20 anos de idade.

O caso foi denunciado em 2018. O casal de acólicos foi julgado no tribunal de Santa Maria da Feira e punido com penas suspensas. A mulher apanhou um ano e o homem apanhou cinco. As condenações foram confirmadas pelo Tribunal da Relação do Porto.

LEIA AGORA
Crianças que vivem em zonas com mais vegetação têm menos alergias
Crianças que vivem em zonas com mais vegetação têm menos alergias
Investigadores do Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISPUP) concluíram que as crianças que vivem em zonas com maior quantidade de vegetação apresentam menor sensibilidade alérgica, sendo a exposição a estes espaços protetora do desenvolvimento de doenças. (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS