‘Camião do horror’ | Vítimas terão pago mais de 30 mil euros pela viagem

A China apelou hoje a esforços conjuntos para combater o tráfico de seres humanos, após a polícia britânica ter descoberto dentro de um camião 39 mortos que se acredita terem nacionalidade chinesa. Vítimas terão pago mais de 30 mil euros pela viagem.

'Camião do horror' | Vítimas terão pago mais de 30 mil euros pela viagem

‘Camião do horror’ | Vítimas terão pago mais de 30 mil euros pela viagem

A China apelou hoje a esforços conjuntos para combater o tráfico de seres humanos, após a polícia britânica ter descoberto dentro de um camião 39 mortos que se acredita terem nacionalidade chinesa. Vítimas terão pago mais de 30 mil euros pela viagem.

A China apelou hoje a esforços conjuntos para combater o tráfico de seres humanos, após a polícia britânica ter descoberto dentro de um camião 39 mortos que se acredita terem nacionalidade chinesa. Vítimas terão pago mais de 30 mil euros pela viagem. A porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying, disse que a China ainda não pode confirmar as nacionalidades ou identidades das vítimas, mas que está a cooperar com as autoridades locais. “A polícia britânica ainda está no processo de verificação da identidade e ainda não conseguiu confirmar até ao momento”, afirmou.

LEIA DEPOIS
Bebé sem rosto. Rodrigo não ouve e só respira pela boca

China pede esforços para combater tráfico humano após mortos encontrados em camião

No entanto, acredita-se que as 39 vítimas – oito mulheres e 31 homens –  terão viajado para o Reino Unido em busca de uma vida melhor, tendo pago mais de 30 mil euros pela viagem, avança o CM.  Alguns chineses, sobretudo de meios rurais, continuam a ir para a Europa e América do Norte, pela promessa de salários muito mais altos do que receberiam no seu país, apesar dos riscos. A porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros, Hua Chunying, sublinhou que, independentemente da origem das vítimas, trata-se de uma “grande tragédia, que chamou a atenção da comunidade internacional para a questão da imigração ilegal”.

“Acho que a comunidade internacional deve fortalecer ainda mais a cooperação nesta área, aumentar a partilha de informação neste âmbito e realizar intervenções que previnam estas atividades, a fim de impedir que tragédias se repitam no futuro”, afirmou.

Família apoia condutor

Mo Robinson, de 25 anos, é identificado pela imprensa britânica como o condutor do veículo e foi detido por suspeitas de homicídio. A família do jovem, incluindo a mulher que está grávida de gémeos, já se encontra em Inglaterra para o apoiar. A polícia foi chamada para uma propriedade industrial de Grays, em Essex, ao início da manhã de quarta-feira e deparou-se com um cenário de horror. 39 cadáveres dentro de um contentor.

Polícia diz que camião tinha sistema refrigerador: «As condições seriam absolutamente horrendas»

Segundo as autoridades, o camião terá saído de Zeebrugge, na Bélgica, e entrou em solo britânico no passado sábado. O veículo está registado na Bulgária, em nome de uma empresa que pertence a uma cidadã irlandesa, de acordo com a RTE News. O diretor executivo da Associação de Transporte Rodoviário no Reino Unido, Richard Burnett, afirma ao Daily Mirror que, a partir de fotos e vídeos, conseguiu verificar que o contentor do camião tinha um sistema refrigerador. Isso significa que as temperaturas dentro do veículo podiam alcançar os graus negativos. «Se o refrigerador fosse ligado, as condições seriam absolutamente horrendas e matariam rapidamente qualquer pessoa», explica Burnett.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para sexta-feira, 25 de outubro
Diamante de mais de 1 milhão de euros roubado em exposição

Impala Instagram


RELACIONADOS