Vítima de bullying dá lição de artes marciais a agressor [vídeo]

Vítima de bullying dá lição de artes marciais a agressor [vídeo]

Rapariga vítima de bullying nas redes sociais mostrou ao colega agressor que o ‘troco’ não só pode ser imediato como extremamente eficaz.

Cada vez mais frequente entre adolescentes e colegas de escola, o bullying está a tornar-se igualmente num conteúdo que os jovens aproveitam para divulgar nas redes sociais Facebook e Instagram.

LEIA MAIS: 11 dicas de segurança para crianças que estão a aprender a andar

Por vezes, porém, autor de bullying acaba por tornar-se na vítima. Foi o que aconteceu na escola secundária de Bakersfield, na Califórnia.

Uma rapariga ‘torturada’ nas redes sociais por um colega mostrou que fora delas a resposta ao bullying não só pode ser imediata como extremamente eficaz.

Praticante de artes marciais, e depois de mais uma provocação, desta vez cara a cara, não hesitou em responder. E fê-lo da forma que o agressor merecia.

A punição que deu ao adolescente que a intimidava frequentemente, com ataques de cyberbullying constantes, foi gravada por outros alunos durante uma festa.

A jovem vítima de bullying agiu em autodefesa. Mas acabou suspensa, enquanto o agressor continuou a frequentar a escola… de olho negro

O vídeo só se tornou entretanto viral depois de Kit Dale, conhecido lutador de Jiu-Jitsu brasileiro, partilhar o vídeo na sua página oficial de Facebook.

O lutador aplaudiu a coragem da adolescente vítima de bullying, e aproveitou a oportunidade para expressar a importância da autodefesa.

A história, todavia, teve um final que pode considerar-se injusto. Mesmo tendo agido em autodefesa, a aluna foi suspensa da escola. O agressor continuou a frequentar o estabelecimento, embora com um olho roxo.

LEIA MAIS: Abriu discoteca com prostitutas de luxo a 700 euros por ‘voltinha’ [vídeo]

Mais

RELACIONADOS