Boris Johnson quer que o Big Ben toque no Brexit: «Vamos ver se o público pode financiar»

Em entrevista à BBC, Johnson disse que para o Big Ben tocar no dia 31 de janeiro às 23 horas, dia em que o Reino Unido vai sair da União Europeia, é preciso restaurá-lo e «isso é caro». «Por isso, vamos ver se o público pode financiar», explicou.

Boris Johnson quer que o Big Ben toque no Brexit: «Vamos ver se o público pode financiar»

Boris Johnson quer que o Big Ben toque no Brexit: «Vamos ver se o público pode financiar»

Em entrevista à BBC, Johnson disse que para o Big Ben tocar no dia 31 de janeiro às 23 horas, dia em que o Reino Unido vai sair da União Europeia, é preciso restaurá-lo e «isso é caro». «Por isso, vamos ver se o público pode financiar», explicou.

Boris Johnson quer que o Big Ben toque na noite do Brexit, mas para isso é preciso meio milhão de libras (584 mil euros). O primeiro-ministro britânico lançou, esta terça-feira, na televisão, um apelo aos cidadãos.

LEIA DEPOIS

Saída do Reino Unido da União Europeia já custou mais de 150 mil ME

É preciso meio milhão de euros para o Big Ben tocar no dia do Brexit

Em entrevista à BBC, Johnson disse que para o Big Ben tocar no dia 31 de janeiro às 23 horas, dia em que o Reino Unido vai sair da União Europeia, é preciso restaurá-lo e «isso é caro». «Por isso, vamos ver se o público pode financiar», explicou.

Sino esta sem tocar desde 2017

O famoso sino britânico está sem tocar desde 2017 e assim permanecerá até 2021 devido às obras de restauro. A Câmara dos Comuns não quer assumir o avultado custo. Assim, Boris Johnson criou uma campanha de crowdfunding e pede aos britânicos para contribuírem.

O Governo está também a planear um «festival do Brexit» para 2022 e cujo valor estimado ronda os 140 milhões de euros. Todos os custos serão suportados pelo Estado.

Texto: Jéssica dos Santos

LEIA MAIS

Parlamento britânico aprova legislação para formalizar Brexit a 31 de janeiro

Impala Instagram


RELACIONADOS