Becker culpado de quatro acusações no processo de insolvência pessoal

O antigo tenista alemão Boris Becker foi hoje declarado culpado de quatro das 24 acusações que enfrentava, em julgamento realizado num tribunal de Londres, relacionado com o processo que conduziu à declaração de insolvência pessoal, em 2017.

Becker culpado de quatro acusações no processo de insolvência pessoal

Becker culpado de quatro acusações no processo de insolvência pessoal

O antigo tenista alemão Boris Becker foi hoje declarado culpado de quatro das 24 acusações que enfrentava, em julgamento realizado num tribunal de Londres, relacionado com o processo que conduziu à declaração de insolvência pessoal, em 2017.

O júri considerou que Becker escondeu bens e ocultou a extensão do património e dívidas, com o ex-tenista, vencedor de seis torneios do Grand Slam, a deixar o tribunal de Southwark sob fiança, até à leitura da sentença, agendada para 29 de abril.

Becker, de 54 anos, estava acusado de ter escondido dinheiro e bens, entre os quais dois dos três troféus alcançados em Wimbledon e uma medalha de ouro olímpica, conquistada em Barcelona1992, o que foi sempre negado pelo alemão.

O antigo número um mundial, que vive em Inglaterra desde 2012, afirmou que ainda está na posse de muitos troféus conquistados ao longo de 15 anos de carreira, mas que perdeu o rasto de vários, prometendo entregá-los caso os encontre.

Além dos três troféus em Wimbledon (1985, 1986 e 1989), o alemão sagrou-se duas vezes campeão do Open da Austrália (1991 e 1996) e uma vez do US Open (1989), os mais relevantes dos 49 títulos que conquistou.

Becker já tinha leiloado uma parte significativa da sua ‘galeria’ por 700.000 libras (perto de 840.000 euros ao câmbio de hoje), para pagar parte das dívidas.

Na altura em que foi declarada a insolvência pessoal, em junho de 2017, Becker tinha dívidas no valor de 50 milhões de euros, metade do qual relacionado com o processo de divórcio da primeira mulher.

RPC // VR

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS