BBC condenada por discriminação salarial por pagar menos 2900 euros a jornalista mulher

A jornalista, que apresenta o programa Newswatch, exigia um salário igual ao de Jeremy Vine, apresentador da BBC, por considerar que ambos desempenhavam funções similares. Vine recebia 3600 euros por programa e Ahmed não auferia mais de 700 euros.

BBC condenada por discriminação salarial por pagar menos 2900 euros a jornalista mulher

BBC condenada por discriminação salarial por pagar menos 2900 euros a jornalista mulher

A jornalista, que apresenta o programa Newswatch, exigia um salário igual ao de Jeremy Vine, apresentador da BBC, por considerar que ambos desempenhavam funções similares. Vine recebia 3600 euros por programa e Ahmed não auferia mais de 700 euros.

Samira Ahmed, jornalista da BBC, acusa a cadeia de televisão pública britânica de discriminação salarial por ganhar menos 2900 euros por programa do que um colega homem que desempenhava as mesma funções. O tribunal de Londres deu razão a Ahmed e critica a falta de transparência e de coerência na política salarial da BBC.

LEIA DEPOIS

Austrália. Helicópteros lançam quilos de cenouras e batatas para alimentar animais em zonas ardidas

Mais de 170 funcionários da BBC acusam a cadeia de televisão de discriminação salarial

A lei britânica reconhece, desde 1970, que para o mesmo trabalho deve ser praticado o mesmo salário, independentemente do género dos trabalhadores. Há dois anos, mais de 170 funcionários da BBC processaram a cadeia de televisão pela disparidade salarial existente entre homens e mulheres com a mesma função.

Samira Ahmed recebia 700 euros por programa, enquanto Jeremy Vine auferia 3600 euros

Samira Ahmed era uma das vozes da denúncia. A jornalista, que apresenta o programa Newswatch, exigia um salário igual ao de Jeremy Vine, apresentador da BBC, por considerar que ambos desempenhavam funções similares. Vine recebia 3600 euros por programa e Ahmed não auferia mais de 700 euros.

O tribunal de Londres condenou a BBC, referindo que o trabalho dos dois jornalistas tinha «igual valor». Consideraram a diferença entre os salários «impressionante». A cadeia de televisão defendeu que Samira Ahmed e Jeremy Vine desempenhavam trabalhos distintos, mas o coletivo de juízes não considerou o argumento válido. Apesar da condenação ser pública, não se sabe se a jornalista vai receber o mesmo salário que Vine.

Texto: Jéssica dos Santos

LEIA MAIS

Sacos de plástico já são proibidos ou os supermercados ainda podem usá-los? [vídeo]

Impala Instagram


RELACIONADOS