Balanço sobe para mais de 100 mortos em inundações na Indonésia

As autoridades indonésias elevaram hoje para 104 mortos e 79 desaparecidos o número de vítimas nas inundações e deslizamentos de terra que atingiram no sábado a província indonésia de Papua, no leste do país.

Balanço sobe para mais de 100 mortos em inundações na Indonésia

Balanço sobe para mais de 100 mortos em inundações na Indonésia

As autoridades indonésias elevaram hoje para 104 mortos e 79 desaparecidos o número de vítimas nas inundações e deslizamentos de terra que atingiram no sábado a província indonésia de Papua, no leste do país.

Sete das vítimas morreram num deslizamento de terra na capital provincial Jayapura e o restante nas enchentes que ocorreram na cidade de Sentani após as fortes chuvas de sábado à noite, de acordo com a porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres (BNPB), Sutopo Purwo Nugroho.

Quarenta das vítimas não puderam ser identificadas e serão enterradas numa vala comum depois de um funeral conjunto na quinta-feira, disse Nugroho.

As inundações atingiram duramente cinco distritos do município de Jayapura, todos em zonas aluviais no sopé das montanhas Cycloop.

O desastre natural também causou 160 feridos – 85 graves e 75 leves – e 9.691 pessoas foram deslocadas para 18 abrigos em Sentani e passam por carências diversas pelas dificuldades na distribuição da ajuda.

“O aumento no número de pessoas deslocadas é devido ao trauma e ao medo de que novas inundações ocorram”, disse Sutopo Purwo Nugroho num comunicado.

De acordo com o pastor protestante Steven Halim, que vive em Jayapura e auxilia as vítimas, a força da água era tal que “arrastou pedras do tamanho de carros” e árvores inteiras, enquanto que em algumas áreas baixas de Sentani a água atinge o peito dos residentes.

“Algumas das casas estão destruídas e só se vê as fundações”, disse Halim numa entrevista por telefone à agência de notícias.

Mais de 2.000 funcionários de várias organizações colaboram na busca e salvamento de vítimas ou no atendimento de sobreviventes em cantinas ou serviços médicos improvisados, entre outros.

Halim também disse que não parou de chover todas as noites desde sábado e continuou hoje a chover ao longo do dia, o que causou o transbordamento do Lago Sentani, além de bloqueios nas estradas que isolaram famílias em suas casas.

As inundações e deslizamentos de terra afetam a Indonésia todos os anos durante a estação chuvosa, cujo pico é entre dezembro e fevereiro.

CSR // FPA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS