Avó de 8 netos dá à luz quadrigémeos

Mulher de 50 anos dá à luz quadrigémeos e faz história. Tracey Britten já era mãe de três filhos adultos e era avó de 8 netos quando engravidou.

Avó de 8 netos dá à luz quadrigémeos

Mulher de 50 anos dá à luz quadrigémeos e faz história. Tracey Britten já era mãe de três filhos adultos e era avó de 8 netos quando engravidou.

Uma mulher de 50 anos deu à luz quadrigémeos e fez história na medicina. Tracey Britten já era mãe de três filhos adultos e avó de 8 netos quando engravidou com recurso a tratamento de fertilidade. Contudo, um ano antes fê-lo de forma natural, mas optou por interromper a gravidez.

LEIA MAIS: Novas revelações sobre queda de autocarro de ponte chinesa [vídeo]

Mãe de três filhos, de 22, 31 e 32 anos, divorciou-se em 2003. Dois anos depois de ter terminado a relação com o pai dos filhos, a inglesa conheceu o atual marido e ficou grávida sem planear. A relação recente assustou-a e ambos decidiram que o melhor seria abortar. «Fiquei sempre com essa mágoa e, anos depois, decidimos tentar ter um filho nosso. Fizemos tratamento e implantaram-me três embriões, para que a oportunidade de sucesso de um vingar fosse maior. Quis o destino que vingassem os três. Fiquei feliz e nada assustada com a notícia», explicou aos jornalistas após o parto.

Apesar de a avó ter 50 anos, foi declarada como tendo «corpo de 30»

Declarada pela equipa médica como tendo «um corpo de 30 anos», Tracey, mesmo assim, teve medo de não conseguir levar a gravidez até ao fim. O obstetra acreditava que a gestação não passaria das 28 semanas, mas a mulher conseguiu chegar às 32. «Só queria um filho e Deus deu-me quatro. Como posso não estar feliz? Todo o processo foi um milagre. Implantaram três embriões e um dividiu-se. Tenho gémeas verdadeiras e dois meninos que vão ser amados até à exaustão», sublinhou.

LEIA MAIS: Avós que cuidem dos netos vão ter direito a salário

Os bebés nasceram no passado dia 26 de outubro e dois ainda se encontram internados, mas estão livres de perigo. Tracey Britten fez referência, em entrevista, às críticas que recebeu. Mas desvalorizou quem afirmou ter-se tratado de um «capricho». «Tive três filhos e fui sempre boa mãe. Por que não o seria agora? Só porque tenho 50 anos? O que eles precisam é de amor e de cuidado e isso não é a idade que dá. Se não, não haveria tanta mãe jovem que não cuida dos filhos», defendeu-se. Tracey também recebeu mensagens de apoio de mulheres que não tiveram «coragem para abraçar a maternidade numa idade mais avançada» e que agora querem seguir o seu exemplo.

LEIA MAIS: Criança de três anos passou dias ao lado do corpo da mãe

Impala Instagram


RELACIONADOS