Avião faz aterragem de emergência e despeja combustível sobre escolas

Avião teve de regressar ao aeroporto de onde tinha descolado devido a um problema mecânico.

Avião faz aterragem de emergência e despeja combustível sobre escolas

Avião faz aterragem de emergência e despeja combustível sobre escolas

Avião teve de regressar ao aeroporto de onde tinha descolado devido a um problema mecânico.

Um avião comercial da Delta Airlines despejou, na passada terça-feira, combustível sobre várias escolas ao fazer uma aterragem de emergência no aeroporto de Los Angeles, nos Estados Unidos da América.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: O tempo para esta quinta-feira, 16 de janeiro

De acordo com a Sky News, o avião teve de regressar ao aeroporto de onde tinha descolado devido a um problema mecânico. Através de comunicado, a Delta Airlines reagiu e admitiu que o avião libertou combustível para reduzir o peso da aeronave durante a aterragem.

Pelo menos 60 pessoas tiveram de ser assistidas

Segundo a BBC, pelo menos 60 pessoas, na grande maioria crianças, tiveram de ser assistidas no hospital devido a problemas respiratórios e irritação cutânea, não havendo casos mais graves a registar. As vítimas pertencem a pelo menos seis escolas na zona. Numa escola primária em Cudahy, duas turmas estavam no recreio quando o combustível foi libertado. «Estou muito chateada. Esta é uma escola primária, há crianças pequenas aqui», disse ao Los Angeles Times a autarca Elizabeth Alcantar.

Regras da autoridade norte-americana de aviação estipulam que o combustível dos aviões pode ser despejado durante aterragens de emergência. Contudo, só pode acontecer caso as condições estejam reunidas.

«A Administração Federal de Aviação está a investigar minuciosamente as circunstâncias por detrás deste incidente. Existem procedimentos especiais para o despejo de combustível dirigidas a aeronaves que operam dentro e fora de qualquer aeroporto principal dos EUA», refere o porta-voz da autoridade que acrescenta que o combustível só pode ser despejado em «áreas despovoadas designadas, geralmente em altitudes mais altas, para que o combustível atomize [se reduza a átomo] e se disperse antes de atingir o solo».

Texto: Joana Ferreira

LEIA MAIS
Manequim sueca engorda 25 quilos para «ter maior rabo do mundo»

 

Impala Instagram


RELACIONADOS